APAE de Nova Iguaçu promove Semana da Pessoa com Deficiência



Mostrar que as diferenças são enriquecedoras para todo mundo é o desafio da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla de Nova Iguaçu (SNPDIM), que começou ontem e vai até o dia 28 de agosto. Na edição deste ano o evento aborda o tema “O futuro se faz com a conscientização das diferenças”.




Palestras, feijoada, exposição e mais uma edição dos Jogos Abertos Especiais de Nova Iguaçu são algumas das atividades oferecidas com o intuito de valorizar o direito das pessoas com deficiência. A SNPDIM acontece anualmente e arrecada fundos para a manutenção das APAEs.

A semana começou ontem com uma cerimônia de abertura. A comemoração continua hoje com a exposição “Nosso Jeito de Fazer Arte”, no Shopping Nova Iguaçu, a partir das 13h. Nela, serão apresentados trabalhos artísticos dos alunos apeanos. Amanhã é dia de ação social interna com a equipe SENAC Unidade I de Nova Iguaçu, na sede da APAE, das 9h às 12h.

Na quinta-feira (25) a Universidade Iguaçu (UNIG) será sede dos Jogos Abertos Especiais de Nova Iguaçu (JOABENI), entre 13h e 17h. Já o Fórum Sobre Autismo, Síndrome de Down e Microcefalia acontece na sexta (26), no Auditório Sylvio Coelho – SESI/SENAI, a partir de 9h30.

O fim de semana terá momento de lazer e recreação no Paradiso Clube, sábado (27), a partir das 9h. A Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla de Nova Iguaçu termina domingo (28) com a tradicional Feijoada, que acontece na Casa de Shows Riosampa, com várias atrações apresentadas pelos alunos das APAEs e shows. Para a Feijoada é cobrado valor de R$ 40 por pessoa (feijoada + camisa) e os ingressos podem ser comprados na sede da APAE (Rua Antúrios, 34. Jardim das Margaridas.

Apoiadora do evento há dez anos, a empresa de alimentos Granfino irá disponibilizar produtos da marca para a feijoada, como feijão, arroz, farinha e óleo de milho. Para Silvia Coelho, presidente do conselho administrativo da Granfino e presidente da comissão organizadora da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, esse evento é uma boa ideia para que todos compreendam melhor as necessidades e oportunidades da inclusão social.

“Com as palestras e essa interação social, os alunos se sentem mais confiantes para conquistar uma vaga no mercado de trabalho e ter mais independência na vida. Para nós é gratificante ajudá-los a se imporem e se superarem cada vez mais”, diz.

Via Jornal de hoje


Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »