Bianca Toledo após acusações de Felipe Heiderich: 'Quem não deve, não teme'

Felipe e Bianca foram casados por quase três anos Foto: Reprodução

Depois de ter sido acusada por Felipe Heiderich de tê-lo mantido em cárcere privado, Bianca Toledo gravou uma série de vídeos no Snapchat. Sem citar nomes, a pastora, que está em viagem aos Estados Unidos, disse ter recebido uma mensagem relativa ao caso e ironizou: "Tenho liberdade de sair do meu país e voltar quando eu quiser".

Dos Estados Unidos, onde se encontra para um evento de sua igreja, Bianca postou os vídeos dentro de um carro. Ela diz que recebeu uma mensagem falando sobre as acusações de Felipe, mas preferiu não falar claramente sobre o ex.

"Me mandaram uma mensagem agora de manhã que foi publicado na internet, parece, que eu estava aqui escondida. Eu achei, assim, que às vezes a gente tem que rir pra não chorar. Está cheio de refugiado missionário aqui, mas não é o meu caso, não", brincou. "Eu tenho, graças a Deus, liberdade pra sair do meu país e voltar quando eu quiser. Queridos, fiquem em paz. Quem não deve, não teme. O Senhor está agindo".

A fala de Bianca Toledo veio horas depois que seu ex-marido Felipe Heiderich publicou em sua página no Facebook uma acusação contra ela. Felipe alega que foi mantido pela pastora em cárcere privado em uma clínica psiquiátrica durante 8 dias.



Bianca Toledo está em Dallas Foto: Reprodução / Facebook

Ele também mostrou o mandado de intimação que convocava a ex a comparecer à delegacia do Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio, para prestar esclarecimentos. O pastor, que entrou com a denúncia contra a ex em julho, afirma que um procedimento investigatório foi aberto, mas que apenas ele compareceu no dia marcado pela polícia.

"Hoje temos provas de que fui refém e mantido em cárcere e coagido. A Autoridade Policial entendeu que a denúncia era grave e tinha provas suficientes para justificar a abertura de procedimento investigatório, intimando todos os envolvidos a prestarem suas declarações. Ao contrário de mim a outra parte simplesmente resolveu não aparecer na delegacia, ignorando a intimação e mostrando total desrespeito às leis do nosso país, e no dia seguinte viajou para os EUA como se nada devesse esclarecer".

O advogado Silva Neto, que representa a pastora Bianca Toledo conversou com o EXTRA e se disse revoltado com as acusações feitas por Felipe Heiderich. Ele nega as acusações contra sua cliente e reitera que o pastor tentou suicídio e por isso foi internato. O representante de Bianca também afirma que vai denunciar o pastor à polícia por denunciação caluniosa.

— Eu já estou entrando na polícia contra ele de denunciação caluniosa de que houve um cárcere privado da minha cliente contra ele. Isso é um absurdo. Sejamos coerentes. Nós estamos tratando um fato grave de pedofilia contra uma criança de 5 anos, de um psicopata — indignou-se.


Via Extra
01/09/2016



Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »