Oi libera acesso gratuito a wi-fi para clientes de outras operadoras



A Oi anunciou nesta quarta-feira (24) que está liberando o acesso a seu serviço de internet wi-fi para clientes de todas as operadoras do país gratuitamente. Essa é uma aposta da operadora como estratégia de marketing em meio ao maior processo de recuperação judicial do país.

Ao todo, 2 milhões de postos de distribuição de internet sem fio da Oi em todo o país oferecerão o serviço, informou a companhia. No entanto, a opção só está disponível para usuários de smartphones com sistema operacional Android.


Para ter acesso ao serviço, os usuários devem baixar o aplicativo Oi WiFi no Google Play, que permite visualização dos pontos disponíveis -entre os principais estão aeroportos, shoppings, orla, lojas de conveniência, estádios e redes de fast food.

Os clientes da Oi têm acesso ao modelo premium. Para usar essa versão, clientes de operadoras rivais pagam R$ 5,79, por uma hora, ou R$ 19,99 reais por mês.

A velocidade de navegação vai variar de acordo com o número de usuários conectados em um mesmo ponto. De acordo com a empresa, a velocidade disponível em aeroportos, por exemplo, é de 100 Mbps.

Segundo a Oi, a campanha "faz parte da estratégia de mobile marketing da empresa" e seu lançamento antecede a apresentação do plano de negociação da dívida da companhia com credores, agendado para fim de agosto ou início de setembro.


RECUPERAÇÃO JUDICIAL

Sem chegar a um acordo com credores nacionais e estrangeiros, a operadora Oi entrou com pedido de recuperação judicial em 20 de junho para dar início a uma nova rodada de negociação, agora com proteção judicial contra falência.

A Oi é a maior operadora do Brasil em telefonia fixa, empatada com a Vivo (cada uma tem participação de 34,4%), e a quarta em celular, com 18,6% do mercado.Com uma dívida de R$ 65,4 bilhões, o pedido de recuperação da Oi corre no Rio de Janeiro e será o maior da história. Em abril, a Sete Brasil, empresa de sondas da Petrobras, foi à Justiça negociar R$ 19,3 bilhões com credores.

A maior parte da dívida da Oi é financeira (cerca de R$ 50 bilhões). Entram ainda na conta cerca de R$ 14 bilhões em contingências -como multas da Anatel e discussões judiciais- e cerca de R$ 1,5 bilhão para fornecedores.

Da dívida financeira, cerca de 70% são em moeda estrangeira e boa parte vence neste ano. Somente no primeiro trimestre, a empresa queimou R$ 8 bilhões do caixa, a maior parte para honrar parte desses compromissos. 



Com informações da Folhapress.



Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »