Passagem da tocha olímpica por Duque de Caxias atrai multidão




A passagem da Tocha Olímpica em Duque de Caxias nesta quarta-feira (3/8), levou uma multidão às ruas da cidade. O ponto alto da festa foi na Praça do Pacificador, no Centro, onde o atleta paralimpico Michel Pessanha encerrou o revezamento.

Desde cedo uma multidão aguardava no estacionamento de um hipermercado na entrada da Vila são Luiz, a chegada do símbolo dos Jogos Olímpicos. A recepção da tocha foi feita pelos alunos do Colégio Estadual Lia Márcia, Aline Sarah dos Reis, Ariane Silva de Souza e Flávio da Conceição Júnior, todos com 14 anos, que foram selecionados terem escrito a melhor redação e por ser a unidade de ensino a melhor avaliada pelo IDEB.

Para os estudantes do colégio estadual receber a tocha era uma grande honra. “ Representar a cidade é uma grande honra para mim. Estou orgulhosa de ter sido escolhida”, comentou Aline dos Reis. 

O primeiro condutor da tocha foi a diretora do Colégio Estadual Minas Gerais, Regina Celi Gazzaneo, que fez o percurso muito emocionada. Ao longo do trajeto novos condutores se sucederam. Em todos os pontos por onde o símbolo olímpico passou, as pessoas acenavam e faziam fotos.

“Nunca imaginei que eu veria a tocha em Caxias. Valeu sair de casa cedo e ficar esperando a passagem dela. Só esperava que tivesse um artista conhecido ou um cantor, mesmo assim estou emocionada”, disse a dona de casa Monica Monteiro dos Santos, 35 anos.

Entre os locais percorridos pelos condutores da tocha, a Vila Olímpica foi um momento especial, onde cerca de dois mil alunos da rede de ensino do município aguardavam ansiosamente a chegada do símbolo dos Jogos Olímpicos.

Etapa final

A tocha olímpica se despediu de Duque de Caxias na Praça do Pacificador, onde uma festa animou um público estimado em cerca de cinco mil pessoas, segundo a Defesa Civil do município, durante toda a manhã. Último condutor, o atleta paralímpico de remo, Michel Pessanha, foi aplaudido durante os 200 metros finais do revezamento.



“Quero agradecer a Deus e ao povo caxiense por esse momento. Tenho orgulho de ser de Duque de Caxias e poder representar nossa cidade e o país nas paralimpíadas”, disse Michel, que foi escoltado até ao palco por um grupo de ex- atletas formado por: Delton Leuri (campeão brasileiro de 100m e 200m rasos-1999); Ezequiel Castor- (vice-campeão Sul-Americano de Pentatlo-2015), Rejane Ester Bispo (campeã Sul-Americana de 800m e 1.500m rasos) , Jaqueline Antonia Pereira (Bronze em Levantamento Olímpico nos Jogos Pan-Americanos -2015), Alexsandra Aguiar (campeã Sul-Americana de Levantamento Olímpico -2015), Alexsandra Gonçalves- Campeã Brasileira de Levantamento Olímpico-2016, José Almeida Sousa- (campeão Mundial de Judô-2007),Osvaldo Henrique Theodoro (campeão Sul-Americano-2012),Caroline Silva de Lima (campeã Sul-Americana -2015),Juarez Silva dos Santos- (medalhista de Ouro nos Jogos Pan-Americanos Rio 2007),Karolayne Faria (bicampeã Brasileira -2014/ 2015),Marcellus Sarmento (campeão da Liga de Ouro- Vasco da Gama -2016), e a equipe de Handebol Feminino (tetra-campeã dos Jogos Abertos do Interior (JAI).

O vice-prefeito Laury Villar recepcionou o atleta na chegada ao palco externo do teatro municipal Raul Cortez, ponto final revezamento. “É uma honra para cidade receber a tocha. O maior evento do mundo é a Olimpíada e hoje Duque de Caxias é um município olímpico. Preparamos uma linda festa que mostra o que é o verdadeiro espírito olímpico. Vamos rumo à vitória”, destacou Laury.

A presença do símbolo olímpico atraiu pessoas de todas as idades para o Centro. Pequeno Vicenzo Rodrigues, de apenas sete anos, chegou cedo com o pai Edilúcio Silva, 39, à Praça do Pacificador para ver de perto a tocha. Morador do bairro Bar dos Cavaleiros, o jovem sonha em se tornar atleta profissional de jiu-jitsu e esse ano já deu os primeiros passos conquistando títulos importantes como Campeonato Brasileiro, Estadual e Panamericano na categoria leve – mirim.

Enrolado na bandeira do Brasil, Alex Renan, de 11 anos, saiu do bairro Centenário, onde mora, para ver a tocha olímpica de perto na Praça do Pacificador. Fã de futebol, o jovem torce por uma boa campanha do país nos Jogos Olímpicos. “O Brasil vai mandar bem e ganhar um monte de medalhas”, sonha o garoto.

A festa na Praça do Pacificador reuniu artistas da cidade como o grupo de teatro CPT, grupo cultural Imalê-Ifé, quadrilha Junina, Cia de dança Adriana Miranda, Cia artística de Palhaços Com Sol Sem Dó, Folias de Reis, Ojuobá-Axé, Cia Luar de Dança, Afoxé Raiz da Verdade, Bloco de Carnaval Plante uma Muda, San Oliveira e Fanfaduque. A escola de samba Acadêmicos do Grande Rio encerrou a comemoração.


Via PMDC
03/08/2016


Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »