Polícia Militar do Rio substitui fuzis por carabinas

Polícia Militar começa a trocar fuzis por carabinas. (Foto: Divulgação / Polícia Militar)

A Polícia Militar iniciou esta semana a substituição de fuzis por carabinas .40, armas que não dão rajadas e cujos disparos têm menor impacto. A troca, que foi anunciada há oito anos pelo estado, tem como objetivo diminuir os riscos de morte por bala perdida.

Segundo a Assessoria de Imprensa da Polícia Militar do Rio de Janeiro, ao longo da semana, o 2º BPM, de Botafogo e o 19° BPM, em Copacabana começaram a receber as carabinas .40 que substituirão definitivamente os equipamentos utilizados anteriormente, tais como fuzis e submetralhadoras. Posteriormente, o 5º BPM, do Centro e 23º BPM do Leblon também farão a substituição, bem como as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs).

Ainda segundo informações fornecidas pela assessoria da PM, os policiais das unidades contempladas foram capacitados pelo Comando de Operações Especiais (COE) para manuseio e emprego das armas. Atualmente, a Polícia Militar conta com aproximante mil carabinas .40 que serão distribuídas de forma gradativa na Corporação.

As Unidades de Polícia Pacificadora devem receber as carabinas de acordo com o planejamento da coorporação. ​Os policiais da UPP terão as duas opções de armamento e, posteriormente, será avaliada a necessidade de substituição definitiva do armamento.

O secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, disse que sempre se sente incomodado ao ver canos de fuzis para fora de janelas de carros da PM.

— A troca do armamento é um projeto que iniciamos em 2008. Não há necessidade de uso de fuzil em algumas áreas do Rio. Após um longo processo, estamos conseguindo proporcionar mais esse legado — afirmou Beltrame.

Via G1
31/08/2016


Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »