Protesto impede revezamento de tocha e termina com dois detidos em São Gonçalo



Um protesto com cerca de 50 pessoas na Rua Doutor Alfredo Backer, em Alcântara, São Gonçalo, impediu o início do revezamento da Tocha Olímpica marcado para começar às 14h45m. O grupo pedia melhorias nas áreas da saúde e educação, e gritava que não haveria tocha. Durante o protesto, bombas foram explodidas pelos manifestantes e pelo menos dois homens foram detidos.


Após a confusão, agentes da Força Nacional decidiram mudar o local do início do revezamento. Todos os participantes e a comitiva foram direcionados para a sede do 7º BPM (São Gonçalo) de onde está previsto o novo ponto. A Tocha Olímpica chegou ao Leste Fluminense no início da manhã desta terça-feira e começou seu revezamento pela cidade de Rio Bonito, passando por Tanguá, Itaboraí, antes de chegar a São Gonçalo.


Foto: Thiago Freitas / Agência O Globo


O fim do revezamento na região será em Niterói, onde a pira olímpica ficará acesa no caminho Niemeyer, no Centro da cidade. Nesta quarta-feira, a chama olímpica atravessará a Baía de Guanabara, por volta das 8h, sendo levada pelos irmãos velejadores Torben e Lars Grael. Eles ao prefeito Eduardo Paes que estará aguardando na Escola Naval.


Via Extra
02/08/2016


Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »