Bolsonaro diz que não dará um centavo à Parada Gay se for eleito




O candidato à prefeitura do Rio de Janeiro, Flávio Bolsonaro (PSC), fez jus ao sobrenome e deu mais uma declaração polêmica, em entrevista ao jornal Extra nesta terça-feira (6). Ele disse que a prefeitura não dará um centavo sequer do dinheiro público para a Parada Gay.

O discurso é semelhante ao que levou o pai, Jair Bolsonaro, ao posto de deputado federal mais votado do Rio. De dentro de seu gabinete na Alerj, Flávio defendeu o fim do patrocínio da Parada Gay, em nome da austeridade.

"A Parada Gay, de forma alguma, vai ser proibida. Agora, não vai ter um centavo de dinheiro público. Se todos nós candidatos, com exceção do Pedro Paulo (PMDB), entendemos que a prefeitura vai estar numa situação financeira muito difícil no ano que vem, a gente tem que enxugar a máquina pública", declarou.

"A minha prefeitura será marcada pela austeridade fiscal. Eu vou perguntar para a população do Rio: Se a gente tiver um real, você prefere investir na Parada Gay ou na compra de remédio para o hospital? Este evento se mantém sozinho, ele não precisa de dinheiro público", finalizou o candidato.


Via Notícias ao minuto
07/09/2016



Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »