Comércio fecha as portas na Zona Sul do Rio por conta da morte do traficante Fat Family





Por causa da morte de Nicolas Labre Pereira de Jesus, o Fat Family, de 28 anos, na manhã desta segunda-feira, traficantes mandaram fechar o comércio em ruas do Catete, na Zona Sul do Rio, e nas proximidades do Morro do Santo Amaro, onde o criminoso comandava a venda de drogas.



Na Rua Pedro Américo, que dá acesso ao morro, dois homens em uma moto informaram os comerciantes que deveriam baixar as portas imediatamente. Nos arredores, ainda havia alguns estabelecimentos abertos no início da tarde, mas, segundo comerciantes, as lojas teriam recebido um prazo para fechar.

Informações e fotos sobre o fechamento do comércio local foram enviadas ao WhatsApp do EXTRA (21 99644-1263).

De acordo com moradores, também foi retirada da entrada da comunidade uma faixa que anunciava a realização de festas todas as sextas-feiras, das 23h às 4h, no alto do morro. O comércio começou a fechar as portas por volta das 11h30, cerca de uma hora após começar a circular a informação sobre a morte do traficante.

A Polícia Militar informou que o policiamento na região foi intensificado assim que o 2º BPM (Botafogo) recebeu informações de que criminosos estavam intimidando comerciantes em ruas da Glória e do Catete. Dois homens menores de idade, que foram reconhecidos por testemunhas como autores de ameaças, foram detidos. "A PM e policiais da 9ª DP realizam uma ação na área para manter a ordem. O comércio local está voltando a funcionar normalmente. O patrulhamento permanecerá intensificado nos bairros por tempo indeterminado", diz a PM, em nota.

Comércio fechado por ordem do tráfico Foto: Foto de leitor/ WhatsApp do EXTRA



Fat Family foi morto durante uma ação da Polícia Civil realizada na manhã desta segunda-feira em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio. Agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) fecharam o cerco ao criminoso em uma região de mata no Complexo do Salgueiro. Após intenso tiroteio, Fat Family e outros dois homens, que seriam seguranças do bandido, foram mortos. O traficante estava ainda com outros dois guarda-costas que conseguiram fugir.



A operação de inteligência contou com a participação de 30 agentes e um helicóptero da Polícia Civil. De acordo com o delegado da Core, Fabrício Oliveira, a operação começou no início da manhã e tinha o objetivo de capturar Fat Family. Durante uma incursão na comunidade de Itaóca, os agentes se depararam com um grupo de criminosos armados com fuzis. Houve intensa troca de tiros, que resultou na morte dos três bandidos. A Polícia apreendeu três fuzis, drogas e material para embalar entorpecentes. Agentes aguardam a chegada da perícia no local. Uma equipe de policiais faz uma varredura na comunidade para tentar capturar outros bandidos.


Fat Family, que aparece à esquerda, foi morto em uma região de mata Foto: Divulgação


Em junho, Fat Family foi resgatado por um grupo de 20 bandidos do Hospital municipal Souza Aguiar, no Centro do Rio. Na ação, um inocente foi morto e outros dois ficaram feridos. O traficante chefiava bocas de fumo no Morro Santo Amaro, no Catete, na Zona Sul do Rio.

Via Extra
26/09/2016

Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »