Holandeses inauguram com festa quadra paralímpica em Nova Iguaçu



A cidade de Nova Iguaçu é a partir de então, referência em atividades esportivas paralímpicas. Uma entusiasmada e alegre comitiva da Holanda, comandada pelo carisma de Susila Cruyff, filha do famoso craque de futebol Johan Cruyff, fez da inauguração de uma quadra coberta, no Centro Olímpico, uma grande festa. Lá estavam, ainda, o embaixador da Holanda e a ministra dos Esportes daquele País. A quadra, fruto de uma doação da Fundação Cruyff no valor de meio milhão de reais, foi inaugurada com um jogo de futebol entre atletas cegos de Nova Iguaçu e de outras cidades. 


Segundo o Cônsul Geral da Holanda, Arjen Uijterlinde, Nova Iguaçu foi escolhida para receber a doação por ser considerada ”uma cidade atrativa“. Ele disse que a escolha do município começou há 4 anos, quando se começou a discutir o legado que a Holanda deixaria por conta de sua participação nos Jogos do Rio e nos Paralímpicos. Ele ressaltou ainda que o objetivo não é apenas ganhar medalhas, mas também manter um relacionamento mais sustentável entre os dois países. 


“Desde a categoria de base, quero destacar que não há diferença entre os nossos atletas Olímpicos e Paralímpicos. Nos preocupamos com a inclusão social em todos os momentos. Aqui no Centro Olímpico eles terão acesso a todos os nossos espaços. Aproveito para ressaltar que as atividades paralímpicas serão comandadas pela Urece (Associação de Esporte e Cultura para Cegos)”, frisou o secretário de Esporte e Lazer de Nova Iguaçu, Adriano Santos. 


O atleta Luiz Pereira, 37, morador do bairro Jardim Bandeirantes e  campeão brasileiro cinco vezes declarou sua paixão pelo esporte. “Perdi a visão ainda adolescente e passei a fazer parte do Instituto Benjamim Constant, lá comecei a retomar a minha vida e decidi ser atleta. Voltei a ter autoconfiança e comecei a treinar. Fui jogador da seleção brasileira de futebol para cegos de 2011 a 2012. Joguei cinco Campeonatos Mundiais, participei da Paraolimpíada em Pequim, de dois Pan-Americanos e um torneio na Argentina. O esporte representa a minha vida”, disse emocionado. 


Durante a festa, Susila, a filha da maior estrela do carrossel holandês, como ficou conhecido o time  da seleção da Holanda comandadad pelo gênio da Cruyff, aproveitou para arriscar alguns passos de capoeira com o grupo da Vila Olímpica, comandado pelo mestre Chumbinho. “O esporte é capaz de transformar vidas. Não importa a raça, o credo ou se você tem deficiência ou não. Ele nos passa valores de integração, superação e irmandade. Espero que nessa quadra a gente possa perdurar esses valores. No total, já inauguramos 216 quadras, que foram distribuídas em 20 países”, disse Susila Cruyff.


A ministra do Esportes da Holanda, Edith Schippers, ressaltou a importância da cultura esportiva entre o Brasil e a Holanda. “Estou muito orgulhosa de estar aqui participando dessa solenidade. O Brasil e a Holanda tem culturas bem parecidas com relação ao incentivo ao esporte. Já tinha lido que em Nova Iguaçu tem atletas olímpicos e isso é incrível. Quando cheguei aqui achei o espaço muito agradável. A integração entre as modalidades olímpicas e paraolímpicas realizada na cidade me deixa muito feliz. Na Holanda também estamos trabalhando dessa forma”, ressaltou. 


Não menos entusiasmado, ficou o embaixador da Holanda no Brasil, Han Peters, que fez questão de conhecer e elogiar o Centro Olímpico da Prefeitura de Nova Iguaçu. Ele, ao conversar com os secretários Adriano Santos e Paulo Cezar Pereira (Comunicação Social), disse que gostou muito da obra que resultou na quadra, achando-a “bem adaptada” e ainda ficou surpreso ao ser informado de que Nova Iguaçu, com mais de 800 mil habitantes, tem uma população maior do que a de Amsterdam, capital da Holanda.


A Urece Esporte e Cultura para Cegos é uma associação sem fins lucrativos, localizada no Rio de Janeiro, criada em 25 de outubro de 2005, que desenvolve treinamentos esportivos, oficinas e projetos especiais para pessoas com deficiência visual de todas as idades. Atualmente atua em quatro modalidades paralímpicas: Futebol de 5, Goalball, Atletismo e Natação.  


O cerimonial da festa teve tradução simultânea para o português e inglês. A Prefeitura, através da Assessoria de Comunicação, distribui aos holandeses um super folder com informações da cidade em inglês.



Via PMNI
16/09/2016



Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »