Homem é morto a tiros em Queimados

A vítima, que foi morta no bairro Fanchem, era conhecido como Tuninho. Ele foi atingido na cabeça
Foto: Wanderson Oliveira


A violência na Baixada Fluminense continua. Um dia após um homem ser morto a pauladas no quintal de casa, em Nova Iguaçu, um jovem foi executado com pelo menos nove tiros, cinco deles na cabeça, no bairro Fanchem, em Queimados. Conhecido apenas como Tuninho, o rapaz não resistiu aos ferimentos e morreu no local.



De acordo com testemunhas, dois rapazes numa motocicleta passaram pela rua e atiraram contra a vítima. “Ele estava sentado ao lado de outros jovens, próximo ao Ciep Luis Peixoto, mas só atiraram na direção dele. 


Só quiseram matar o Tuninho, que seria usuário de drogas. Os assassinos eram jovens e não estavam encapuzados”, disse um morador, que por medo de represálias, não quis se identificar.


No momento do crime, que ocorreu por volta das 16h, houve correria e pânico pelas ruas do Fanchem. A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) investiga o caso.
[


Morto com requintes de crueldade, o homem que teve o corpo encontrado no quintal de casa, na Rua Nara, no bairro Jardim Laranjeiras, em Nova Iguaçu, na última segunda-feira, foi identificado como Aníbal, segundo vizinhos da vítima. Ele foi assassinado a pauladas. O crime chocou moradores da região. Eles reafirmaram que Aníbal vendia acerola e aipim pelas ruas do bairro e era considerado tranquilo.


Nas redes sociais, muitos lamentaram a morte dele. “Ele passava gritando para vender o aipim. Não fazia nada de mais com ninguém. Foi covardia”, contou uma moradora, que não quis se identificar.

Outra, afirmou que por diversas vezes ele distribuía aipim gratuitamente para pessoas que não tinham como pagá-lo.


Entretanto, primeiras informações davam conta de que ele era envolvido com esquema de agiotagem e anda pelo bairro com várias mulheres. O corpo dele foi localizado por moradores, que sentiram um forte odor no quintal da vítima. Um pedaço de madeira sujo com sangue foi encontrado no local e foi apreendido por policiais da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF). Aníbal teria sido atingido na cabeça.


A Polícia Civil ainda está investigando a autoria do crime.



Via Jornal de hoje
13/09/2016



Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »