Sonho da casa própria chega para mais 600 famílias em Nova Iguaçu



A Prefeitura de Nova Iguaçu entrega, às 10h desta sexta-feira, dia 30, novos apartamentos às 600 famílias beneficiadas pelo Programa Minha Casa Minha Vida nos condomínios Cayene e Bolivar, localizados na Estrada Curral Novo, em Marapicu.
         Os contratos da nova moradia foram assinados nesta terça-feira (27), junto à Caixa Econômica Federal, no Ciep Martins Pena. Os mutuários terão 120 meses (10 anos) para quitar o imóvel avaliado em R$ 75 mil. As prestações oscilam entre R$ 80 e R$ 270, dependendo a renda familiar, até o limite de R$ 1,8 mil.

         Os condomínios Cayene e Bolivar é o oitavo empreendimento, totalizando 2.400 unidades já entregues nesses três anos e meio de governo do prefeito Nelson Bornier. Cada um deles tem 15 blocos de quatro andares.

           Os apartamentos, com 49 metros quadrados de área útil, dispõem de sala, dois quartos, cozinha, banheiro e área de lazer. Pelo menos 6% dos imóveis são adaptados para deficientes e idosos.

         Encostada pela INSS, devido a uma artrose nos joelhos, a doméstica Dalva Maria Silva de Souza, 59 anos, foi a primeira nova mutuária a assinar o contrato com a Caixa Econômica Federal. Ela vai deixar a casa do filho, em Rosa dos Ventos, onde mora de favor, para ocupar o apartamento 102 do Bloco 1 do condomínio Cayene.

         “A ficha ainda não caiu, parece mesmo um sonho maravilhoso que o prefeito Bornier está me proporcionando. Venho sofrendo muito, desde que a minha casinha foi destruída pelas chuvas de 2013. Hoje, Deus e o prefeito estão me recompensando, me devolvendo a casa própria e o direito de ser feliz. Agora posso morrer em paz”, disse Dalva Maria, emocionada.
        
COROAÇÃO DE UM SONHO
         Para a secretária municipal de Assistência Social, Cristina Quaresma, a assinatura dos contratos dos apartamentos do Programa Minha Casa Minha Vida é a coroação de um sonho para quem ainda dependia do aluguel para ter uma moradia.
         “É o sonho de vida dessas pessoas sendo finalmente realizado. É um passo de cidadania muito grande você saber que conquistou um teto para viver com dignidade. Muitas pessoas não têm nem sequer onde morar”, observou a secretária, emocionada.
         Ainda de acordo com Cristina Quaresma, o programa Minha Casa Minha Vida é um dos pontos fortes do governo municipal. “O prefeito Nelson Bornier lutou muito, em Brasília, para atender à grande demanda de família que acalentam o sonho da casa própria”, enfatizou, lembrando que Nova Iguaçu tem o segundo maior projeto de habitação popular do País, só perdendo para a cidade do Rio de Janeiro.

         Desde 2013, a Prefeitura já havia entregue outras 1.462 unidades. Até o final do ano, serão mais 7.738 imóveis no Jardim Guandu, Fazendinha, Jardim Laranjeiras, Valverde, Cerâmica, Marapicu e Ipiranga. Restarão ainda 2.640 apartamentos dos condomínios Vila Provance e Toscana, também no bairro Ipiranga, com previsão de Inauguração no primeiro semestre de 2017.
         Segundo o secretário municipal de Urbanismo, Habitação e Meio Ambiente, Giovanni Guidone, a Prefeitura de Nova Iguaçu está investindo cerca de R$ 1 bilhão com o programa Minha Casa Minha Vida, favorecendo mais de 12,7 mil famílias ou cerca de 50 mil pessoas com renda até R$ 1,8 mil.

         Ainda de acordo com Guidone, a Prefeitura de Nova Iguaçu está cobrindo cerca de 40% do déficit habitacional da cidade estimada hoje em 30 mil unidades, segundo o banco de dados da Secretaria Municipal de Assistência Social.
         “Estamos priorizando as pessoas mais pobres que vivem em áreas de risco, como muitas vítimas das enchentes de 2013, que também receberão as chaves de sua casa própria, até dezembro, no bairro Fazendinha”, anunciou Cristina Quaresma. 


Via PMNI
28/09/2016


Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »