Assassinados dentro de conjunto ‘Minha Casa, Minha Vida’ em Queimados


Um jovem foi executado dentro de um apartamento, enquanto outro foi baleado depois jogado da janela do prédio. Dupla é suspeita de matar morador
Foto: Ivan Teixeira




Dois jovens foram executados a tiros na madrugada de ontem, no bairro Valdariosa, em Queimados. Segundo informações de testemunhas, um dos corpos foi encontrado na porta do apartamento 204. Já o outro homem foi jogado da janela do segundo andar e em seguida executado com dois tiros. Ambos não resistiram e morreram na hora. O crime ocorreu num conjunto do programa “Minha Casa, Minha Vida” que é dominado por traficantes e já foi palco da ação de policiais da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) que realizaram uma varredura no local.


Um dos jovens foi identificado como Jeferson Antônio Borges de Moraes, de 22 anos, e outro como Raí de Melo Farias, executado com um tiro de escopeta calibre 12 na porta do apartamento. Agentes da DHBF estiveram no local, realizaram a perícia e vão ouvir testemunhas e parentes da vítima. Familiares de Jeferson e Raí estiveram no local e, muito abalados, não quiseram falar com a imprensa.

Há informações de que eles teriam invadido o apartamento de um funcionário da Prefeitura de Queimados na noite de quinta-feira, e durante a madrugada de sexta-feira, outros criminosos teriam feito o ‘acerto de contas’ e assassinado os invasores. O funcionário e dono do apartamento teria sido morto por não aceitar ceder a moradia aos marginais. Ainda não se sabe quem são os autores do duplo homicídio. Outros dois invasores também teriam sido executados, mas os corpos ainda não foram encontrados.

A guerra de traficantes no município de Queimados já provocou, em menos de 12 horas, pelo menos oito homicídios. Na madrugada da última quarta-feira, cinco corpos foram encontrados na comunidade São Simão. Nenhum desses corpos havia sido identificado.

Já em Belford Roxo, foi encontrado o corpo de um homem no bairro das Graças, parcialmente carbonizado e ainda sem identificação. Ele estava com marcas de enforcamento, aparentava ter por volta de 30 anos, foi encontrado em um lixão.

No bairro Nova Era, em Nova Iguaçu, um homem identificado apenas como “Marcinho” foi executado a tiros na Rua Antônio Tinoco. Segundo moradores, ele não tinha envolvimento com o tráfico de drogas no local e seria uma pessoa tranquila. A comunidade do Jardim Nova Era é dominada pela facção Comando Vermelho e, constantemente, ocorrem homicídios naquele local. Agentes da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) irão investigar os casos.


Via Jornal de Hoje
22/10/2016

Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »