Miltinho da Van, preso por morte de funkeira, irá a júri popular em Nova Iguaçu





Milton Severiano Vieira, o Miltinho da Van, será levado a júri popular no próximo dia 10, no Fórum de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Ele é acusado matar a funkeira Cícera Alves de Sena, a Amanda de Bueno, em abril do ano passado. O crime aconteceu dentro da residência do casal. A sessão está marcada para começar às 11h. Além da morte, Miltinho responde ainda por roubo de veículo e porte ilegal de arma de fogo.

Miltinho acabou sendo preso após o crime Foto: Thiago Lontra


As investigações da Polícia Civil mostraram que Amanda foi morta por motivos passionais. A vítima e Miltinho ficaram noivos quatro dias antes do crime.

De acordo com o que foi apurado pela polícia, no dia seguinte ao noivado do casal, a dançarina disse ter duas revelações do seu passado para fazer ao companheiro. Durante a conversa, Amanda contou que havia trabalhado na boate de striptease Império e que fora condenada por tentar matar uma colega, dentro do estabelecimento, na cidade de Taguatinga, em Brasília.


Miltinho e Amanda ficaram noivos dias antes do crime Foto: Reprodução

Também em depoimento, Miltinho disse que, ao voltar para casa depois do encontro, os móveis da residência estavam “parcialmente destruídos” - a funkeira teria feito isso por estar com ciúmes da outra moça e por desconfiar que ele “mantinha relacionamento afetivo e sexual” com ela. Os dois discutiram e, depois de gritos e palavrões dentro da mansão, o bate-boca evoluiu para agressões físicas.

Miltinho da Van jogou a dançarina no jardim e bateu com a cabeça dela pelo menos 12 vezes no chão. Em seguida, deu dez coronhadas na funkeira. Com uma escopeta, lhe deu ainda cinco tiros e, segundos depois, rendeu funcionários e roubou um Gol. O criminoso fugiu com o carro e acabou sendo capturado por agentes da Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) ao capotar na Via Dutra.


Via Extra
05/10/2016




Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »