Padre é morto a facadas em Nova Iguaçu

O padre Francisco Foto: montagem redes sociais

O padre Francisco Carlos Barbosa Tenório, de 37 anos, foi encontrado morto na manhã deste domingo no acostamento da rodovia RJ-081, conhecida como Via Light, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. O corpo apresentava marcas de facadas e coronhada na cabeça. O carro que o sacerdote dirigia, um Gol prata, ainda está desaparecido.

Francisco era pároco da Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, no bairro São Benedito. De acordo com Dom Luciano Bergamin, bispo da diocese de Nova Iguaçu, o padre era querido pelos fieis e não tinha inimigos. A vítima não vestia roupa de padre no momento do cirme.

— Era um padre muito bom e amado pelo seu povo. Tudo faz acreditar que foi um assalto que terminou com um assassinato. Uma facada no lado do coração levou o nosso irmão. Infelizmente, é mais um sinal de violência na nossa Baixada, que está manchada de muito sangue — diz o bispo.

Francisco foi visto pela última vez na noite de sábado, no bairro Lote XV, em Belford Roxo. O padre foi visitar uma família de fieis da Paróquia São Simão, no mesmo bairro, onde fora pároco por três anos. Ele deixou a casa por volta das 22h40, e não foi mais visto.

— Não voltou para casa naquela noite e hoje (domingo) de manhã não apareceu para celebrar a missa, o que nunca havia acontecido antes. Infelizmente, seu corpo foi encontrado no IML de Nova Iguaçu — conta Dom Luciano.

O corpo de Francisco estava sem identificação ao ser encontrado, já que seus documentos foram levados junto com o carro.

— Toda a diocese sente uma grande tristeza. Vamos continuar dedicados a uma campanha pela defesa da vida, acreditando que o amor há de vencer sobre o ódio e a violência. Pedimos a Deus que as pessoas que agem dessa maneira possam mudar de vida. Ninguém tem o direito de tirar a vida de outro — diz Dom Luciano.

A Polícia Civil foi procurada pela reportagem do EXTRA mas, até a publicação desta reportagem, não tinha informações sobre o caso. A Polícia Militar também não se pronunciou.

Montagem publicada em redes sociais Foto: Reprodução/Internet


Missa de corpo presente


Padre Francisco era pernambucano, mas morava há cerca de dez anos no Rio de Janeiro. Ele começou a trabalhar na diocese de Nova Iguaçu em 2008 e foi ordenado padre em 2011.

Nas redes sociais, fieis lamentaram a morte do sacerdote. "Foi mais uma vítima dessa violência, ele foi covardemente assassinado não se sabe o motivo", escreveu um internauta.

O corpo foi liberado por Dom Luciano, que foi ao IML fazer o reconhecimento. Uma missa de corpo presente será celebrada às 10h desta segunda-feira, na Paróquia Nossa Senhora de Lourdes. O sepultamento do padre Francisco, no entanto, não deve acontecer no Rio. O corpo do sacerdote deve ser trasladado para Pernambuco ou São Paulo, onde ele também tem parentes.






Via Extra
09/10/2016


Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »