Sargento do Exército que trabalhava com Uber é assassinado no Rio




Duas pessoas foram mortas durante tentativa de assalto na Penha, na Zona Norte do Rio, na noite desta segunda-feira. Segundo informações da PM, bandidos dispararam contra Thiago Henrique Marques Dias, de 36 anos, quando ele saía de casa, na Rua Paul Muller, em um dos acessos da Vila Cruzeiro. Os tiros acertaram a cabeça e o pescoço da vítima.

Momento depois, durante fuga, os criminosos tentaram roubar um Renaut branco de Leandro Delocco Pereira, também de 36 anos. Ele era sargento do Exército e trabalhava como motorista de Uber esporadicamente. Leandro e estava deixando um passageiro na na Avenida Nossa Senhora da Penha, tranversal à Paul Muller, quando foi confundido com um PM e alvejado.

As duas vítimas chegaram a ser socorridas, por moradores, para o Hospital Estadual Getúlio Vargas , mas não resistiram aos ferimentos e morreram. Os bandidos conseguiram fugir.

O caso foi registrado na Divisão de Homicídios da capital. Um perícia já foi realizada e agentes estão fazendo diligências para identificar os criminosos. 

Catia Duarte, tia da vítima, informou que Leandro era sargento do Exército e que de vez em quando trabalhava na Uber para complementar o salário. "Estamos todos muito abalados. Ele era um homem tão correto, tinha uma família linda. 

Os moradores falaram que ele não reagiu, confundiram ele com um policial militar" Nas redes sociais, parentes e amigos lamentam a morte de Leandro. Ele deixa esposa e uma filha.


Via O Dia
04/10/2016



Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »