Adolescente suspeito de matar pastor em Belford Roxo se entrega à polícia a pedido da mãe




Um adolescente suspeito de envolvimento na morte do pastor Marco Aurélio Bezerra de Lima, de 48 anos, presta depoimento na manhã desta segunda-feira na Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF). Ele se apresentou à polícia a pedido de sua mãe: foi ela mesma quem ligou para a Polícia Militar, pedindo que uma viatura fosse buscar o garoto em casa, em São João de Meriti, também na Baixada. O temor da mulher era de que o menor fosse morto.

Marco Aurélio foi assassinado quando fazia a evangelização de traficantes no bairro São Leopoldo, em Belford Roxo, também na Baixada, na tarde desta sexta-feira. Há suspeita de que o religioso tenha sido morto ao manusear uma muleta, que teria sido confundida com um fuzil.

O pastor, que tinha três filhos, foi enterrado no domingo no Cemitério Jardim da Saudade, em Mesquita. Na ocasião, um dos filhos de Marco Aurélio garantiu que continuará o trabalho de evangelização do pai em comunidades dominadas pelo tráfico.

— Eu vou continuar esse trabalho de evangelização pelo meu pai. Não vou desistir — disse Jeremias Costa de Lima, de 23 anos.

Muito emocionada, a viúva do pastor, Marcia Lima, que é missionária, disse que se preocupava com a segurança do marido quando ele ia às comunidades, mas que evangelizar era a sua “missão”:

— Eu tinha preocupação, sim, mas era um desejo dele, a missão dele. E nós, que estamos aqui, vamos continuá-la. Muitos aqui hoje (presentes no velório) são frutos desse trabalho. Deus está aqui para nos sustentar. Ele morreu fazendo o que amava.



Via Extra
14/11/2016

Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »