Prefeito eleito em Nilópolis quer união com Meriti, Mesquita e Rio para diminuir crimes


Prefeito eleito em Nilópolis, Farid Abrão também quer treinar e armar a Guarda Municipal Foto: Alexandre Oliveira / Extra

Segurança. Essa vai ser a prioridade do prefeito eleito em Nilópolis, Farid Abrão David (PTB). Prestes a iniciar o terceiro mandato como governante da cidade, Farid quer fazer um cinturão com os municípios que fazem fronteira com Nilópolis: Rio de Janeiro, Mesquita e São João de Meriti:

— Seria um reforço no policiamento com cabines e viaturas, blindadas ou não, e abordagem de quem entrar e sair da cidade. Hoje, o bandido assalta, vai embora, deixa o produto do roubo e volta. Isso vai acabar. Se formarmos esse quarteto, vamos diminuir o índice da criminalidade. Estou consultando especialistas. Todas as cidades participariam fazendo esse policiamento em conjunto.

Farid já fez contato com o prefeito eleito em São João de Meriti, Dr. João (PR), e disse que vai falar com Jorge Miranda (PSDB), que venceu em Mesquita, e com o prefeito eleito no Rio, Marcelo Crivella (PRB).

— Estou esperando ouvir a ideia para discutirmos juntos a solução. Se for viável e cada cidade puder ser beneficiada, vou colaborar com o que for necessário para ajudar na Segurança, dentro das possibilidades da prefeitura. Mas estou disposto a conversar — ressaltou Miranda.

O prefeito eleito em Meriti, Dr. João, concordou que o momento é de união:

— A violência na Baixada Fluminense atingiu níveis insustentáveis. Implementar ações conjuntas com os municípios vizinhos, como reforço no policiamento, vai aumentar a eficácia do combate à criminalidade.



Defensores públicos estiveram em área onde Prefeitura de Nilópolis colocou barreira, na divisa com Mesquita Foto: Cléber Júnior / Extra / 23-05-2016

Paralelamente ao cinturão, Farid anunciou outras medidas de segurança:

— Estamos vivendo momentos de muito terror. Vou qualificar e armar a guarda municipal, contratar, através do Proeis (Programa Estadual de Integração na Segurança), policiais militares e criar uma central de monitoramento com pessoas especializadas.

Farid fez críticas às barreiras que o atual prefeito, Alessandro Calazans (PMDB), colocou nas entradas da cidade em maio:

— E como fica o ir e vir, e as pessoas que moram perto dessas entradas? Tem que enfrentar o problema com especialistas.



Farid também disse que vai reinaugurar maternidade municipal. Depois que maternidade do Hospital Estadual Melchíades Calazans fechou, não há mais unidades públicas fazendo parto na cidade Foto: Guilherme Pinto / Extra / 20-10-2016

Maternidade e cemitério de volta

Farid Abrão disse que Saúde e Educação também serão priorizadas em seu governo. Ele prometeu que Nilópolis vai voltar a ter uma maternidade pública. A unidade do Hospital estadual Melchíades Calazans, única da cidade, parou de receber grávidas:

— O primeiro passo vai ser terminar a obra do JK (Hospital municipal Juscelino Kubitschek). Estão programados 70 leitos. Vamos fazer um laudo técnico da obra e saber da empresa o que falta para concluir. Também vamos reinaugurar a maternidade do JK. Na nossa campanha, várias adolescentes grávidas não sabiam onde iam ter o filho.




Farid prometeu reabrir o Cemitério de Olinda, que não faz sepultamentos desde o dia 10 de outubro Foto: Divulgação

Sobre o Cemitério de Olinda, que deixou de fazer enterros em outubro, depois que a prefeitura alegou falta de espaço, Farid disse que vai reabrir o local:

— Não acredito que não haja sepulturas disponíveis. Vou reabrir o cemitério, reformar e dar dignidade às famílias.

Presidente da Beija-Flor, Farid também anunciou que vai recolocar na entrada da cidade o símbolo da escola, retirada na atual gestão:

— Isso é uma cultura da cidade. Beija-Flor é referência mundial. Também vamos colocar esculturas de Bíblia em dois ou três pontos.


Via Extra
07/11/2016

Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »