Bombeiros usam drone nas buscas de corpo de criança morta por lancha



Bombeiros continuam as buscas,pelos restos mortais de Maria Luisa Santana Serra, de 10 anos, que foi atingida por uma lancha no sábado à tarde, na Praia do Forte, em Cabo Frio, município da Região dos Lagos. Os soldados do 18º GBM usam também um drone e motoaquáticas para ajudar na localização. No acidente, a criança, que estava num banana boat, foi decapitada. O condutor da lancha, que segundo as vítimas contaram, em depoimento na 126ª DP (Cabo Frio), não socorreu os feridos, está preso. Segundo a polícia, ele é acusado de omissão de socorro.



Uma motoaquática trabalha nas bucas Foto: Cléber Júnior / Extra

Três sobreviventes, que estavam com a menina, foram socorridos no Hospital Central de Cabo Frio. Eles tiveram apenas ferimentos leves. Segundo Sérgio Renato Berna, capitão dos Portos do Rio de Janeiro, tanto a embarcação que puxava o banana boat, que tinha 20 pessoas, quanto a lancha, que tinha o condutor e dez passageiros, estavam em local autorizado para trafegar.

- Estamos realizando todos os esforços nas buscas à criança, de forma que a gente possa encontrar o mais rápido possível e levar sossego à família - afirmou o capitão, que explicou que não há limite de idade para andar no banana boat.


O banana boat em que as vítimas estavam Foto: Cléber Júnior / Extra




A lancha que atingiu o banana boat Foto: Marina Navarro Lins / Extra

A equipe de buscas abrange 21 homens, quatro embarcações, sendo dois jet skis, um bote de resgate e uma lancha. A embarcação de inspeção naval da Marinha apreendeu as duas envolvidas no acidente, que está na agência da capitania dos portos de Cabo Frio.


O bote que puxava o banana boat Foto: Marina Navarro Lins / Extra

O vendedor de queijos Luciano Barbosa, de 34 anos, estava na praia no momento do acidente. Ele disse que viu várias pessoas saindo do banana boat com as pernas cortadas.

- Eles falaram que a lancha apareceu, do nada, e que o condutor parecia bêbado. Algumas pessoas conseguiram se jogar no mar antes da lancha bater. A menina, não - detalhou Luciano, que também contou que viu uma mulher chorando muito.

Os restos mortais da menina que já foram localizados seguiram para o Instituto Médico-Legal (IML) de Araruama, também na Região dos Lagos.

Responsável por acidente foi autuado por homicídio culposo

Em nota, a assessoria de imprensa da Polícia Civil informou que o condutor da lancha foi autuado por homicídio e lesões corporais culposas (quando não há intenção). Ainda de acordo com a coporação, ele foi submetido a exame ao teste do etilômetro, que deu negativo para embriaguez. Tanto a lancha quanto o banana boat foram periciados.

A íntegra da nota:

"De acordo com as informações da 126ª Delegacia de Polícia- Cabo Frio, na tarde deste sábado, 03 de dezembro, uma criança de 10 anos morreu e outras duas pessoas ficaram feridas em um acidente envolvendo uma lancha e banhistas na Praia do Forte, em Cabo Frio, na Região dos Lagos. Os feridos foram socorridos e levados para um hospital. O condutor da lancha foi detido por policiais militares e conduzido à unidade. Em seguida, o condutor foi encaminhado ao IML para o teste de etilômetro, que deu resultado negativo para embriaguez. A Polícia Civil e a Marinha já realizaram os trabalhos de perícia, inclusive nas embarcações. Todas as vítimas foram ouvidas e relataram que o condutor não prestou socorro. O condutor da embarcação foi autuado em flagrante por homicídio culposo e lesão corporal culposa das demais vítimas. Mais informações, passíveis de divulgação, serão atualizadas assim que possível".


Via Extra
04/12/2016




Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »