Desaparecimento de grávida na Central do Brasil completa uma semana, e família faz apelo por informações


O desaparecimento de Rayanne Christini, de 22 anos, completa uma semana nesta terça-feira. A jovem foi vista pela última vez na Central do Brasil, no Centro do Rio, na última terça-feira, após marcar, pela internet, um encontro para receber doações de roupas para a filha que está prestes a nascer. Desesperados, a família e os amigos têm procurado informações sobre o paradeiro de Rayanne nas imediações do local onde ela iria encontrar a desconhecida. Além disso, continuam distribuindo panfletos e colando cartazes que possam ajudar na localização da jovem, que mora em Padre Miguel, na Zona Oeste do Rio.


Segundo a tia, Jupira Costa, a família não recebe notícias e o telefone de Rayanne permanece desligado:

— Ninguém imagina o desespero e a dor. Já fizemos tudo. A polícia está investigando, nós colamos cartazes e divulgamos fotos nas redes sociais. Todo mundo está tentando ajudar, mas até agora, nada. Na segunda-feira, fui à Cidade da Polícia, e disseram que estão procurando. Mais de três grupos de amigos foram para a Central, eu fui até Magé.

Rayanne é mãe de uma menina de três anos, que não sabe o que aconteceu:

— A filha dela já teve febre, não para de perguntar sobre a mãe. Ela não saía de perto da filha, era a bonequinha dela.

Rayanne mora com a filha, a mãe e dois irmãos em Padre Miguel, na Zona Oeste do Rio. Grávida de oito meses, ela conheceu a doadora, identificada por amigos até o momento como Lídia, em um dos grupos no Facebook.

Segundo amigos e parentes, ela estava em grupos no Facebook de doações de roupas e avisou que iria encontrar a mulher na Central do Brasil e iria até Magé, na casa da doadora, na Baixada Fluminense, para pegar as doações.


Cartaz da Polícia Civil Foto: Divulgação


A Polícia Civil divulgou um cartaz com informações sobre a grávida para ajudar na localização e afirmou que as investigações do desaparecimento seguem em andamento na Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA). De acordo com a polícia, diligências estão em andamento para localizar Rayanne

Quem tiver qualquer informação que possa contribuir com as investigações pode entrar em contato com a Delegacia de Descoberta de Paradeiros – DDPA pelos telefones (21) 2202-0338 / 2582-7129 ou com a Central de Atendimento ao Cidadão (CAC) pelos telefones (21) 2334-8823 e 2334-8835 ou pelo site.


Via Extra
21/12/2016

Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »