Filho do lateral Dener pergunta pela primeira vez sobre o pai, vítima de voo da Chapecoense



A dor dos familiares de jogadores, comissão técnica e jornalistas brasileiros vítimas do voo com a Chapecoense, na Colômbia, é algo imensurável. Muitas crianças ficaram órfãs, como é o caso do pequeno Bernardo, de dois anos e dois meses. O menino era o único filho do lateral-esquerdo Dener, que faleceu na madrugada do dia 29 de novembro, na queda do avião da LaMia, quando o Verdão do Oeste iria jogar a final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional. Pela primeira vez, o garoto quis saber onde estava o pai.

A mulher do jogador, Amanda Machado, contou o ocorrido em seu perfil em redes sociais. No relato, a jovem mostra a angústia que foi segurar as lágrimas e responder ao questionamento do garoto.

“Então, a temida pergunta veio... 'Mamãe, e o papai?'. Fui forte como me pediu, meu amor. Respirei fundo, mesmo meu chão tendo ido embora dos meus pés, e disse: "Papai foi para uma viagem muito longa!”. Ele, sorrindo, disse: 'Não mamãe, papai está aqui!'. E assim , acaba meu décimo sétimo dia sem você aqui! Saudade está doendo! Te amo”, escreveu ela no Instagram”, escreveu no Instagram.




Amanda e Dener iriam oficializar a união de sete anos no dia 2 de dezembro, em uma cerimônia em Chapecó (SC). Mas quis o destino que o lateral-esquerdo da Chapecoense fosse uma das vítimas da tragédia com o voo da equipe, que matou 71 pessoas.


Via Extra
16/12/2016


Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »