Hospital da Posse faz triagem para atender apenas pacientes graves




Hospital da Posse, em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense, passou a fazer triagem dos pacientes que chegam à unidade para atender apenas os em situação grave. A medida foi tomada a partir da falta de recursos para dar continuidade nos atendimentos. Além disso, as cirurgias eletivas foram suspensas. A informação foi veiculada pela edição do RJTV desta sexta-feira (2).

O Ministério Público acompanha a situação do hospital, cobra providências, mas sabe que a situação não é fácil. Por causa do fechamento de algumas unidades hospitalares na Baixada Fluminense, o Hospital da Posse se tornou uma unidade regional.

O Ministério da Saúde afirmou que repassou R$ 193 milhões para Nova Iguaçu. O diretor da unidade afirmou ao RJTV que recebeu a quantia, mas os atendimentos aumentaram de 4,5 mil para 13 mil pacientes.

“Eu estou com meu pai internado desde sábado, mas acontece que as coisas básicas não tem. Eu estou preocupado em perder meu pai. Ontem aqui tinha fila de carro funerário lá em cima. Todos os dias são cinco, seis carros funerários só na parte da manhã. É complicado”, afirmou o filho de um paciente, “sem o mínimo possível, sem insumos básicos, como material de sutura, luvas estéreis, material fazer a higienização dos pacientes, mas não dispomos de nada”, disse uma médica que não quis se identificar.


Via G1
02/12/2016

Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »