Interno é assassinado dentro de banheiro do Degase em Belford Roxo




Cinco jovens de uma unidade do Degase em Belford Roxo foram apreendidos por ato análogo a homicídio após a morte de um interno da unidade na noite da última terça-feira. Policiais da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) investigaram e chegaram à conclusão que os adolescentes teriam espancado a vítima por acharem que ele podia ser um delator. O rapaz foi brutalmente assassinado no banheiro da unidade, com chutes, socos e estrangulamento.


Informações obtidas durante as investigações iniciais apontaram que a vítima teria sido espancada pelos ‘colegas’ de cela, chegando a ser levada para a enfermaria da unidade, mas não resistindo aos ferimentos e morreu.

Os jovens teriam espancado a vítima por ela ser considerada uma ‘X-9’. Eles deram uma ‘grande surra’ dentro do banheiro da unidade.

Os suspeitos confessaram o crime e foram apreendidos em flagrante pela prática do fato análogo ao crime de homicídio qualificado.


Este não foi o primeiro incidente na unidade de Belford Roxo. No dia 4 de setembro deste ano, um grupo de quinze menores infratores que cumprem medida socioeducativa de internação no Centro de Atendimento Intensivo de Belford Roxo (CAI-Baixada), deram início a um plano de fuga do local: No final do café da manhã, um deles apertou um botão que fica na mesa dos Agentes e abre o portão de entrada da unidade. Após a abertura, o grupo correu em direção à portaria da unidade.

Dos quinze jovens, oito deles conseguiram fugir do local, escalando o muro e fugindo pela guarita. Outros sete menores foram recapturados pelos agentes ainda nas proximidades, sendo posteriormente encaminhados para a 54ªDP (Belford Roxo), onde a ocorrência foi registrada.


Os Agentes do Degase não possuem porte de armas para impedir fugas e invasões no local. Também não há a presença da Polícia Militar na portaria da unidade, ao contrário do que ocorre em outras unidades de internação do Departamento. Segundo a polícia, a unidade se encontra em área de risco, inviabilizando a presença constante de força policial.

Via Jornal de Hoje
15/12/2016

Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »