Nova Iguaçu: do caos à ordem pública nos últimos quatro anos


A Secretaria de Defesa Civil e Ordem Pública de Nova Iguaçu, que teve à frente pela terceira vez o secretário Luiz Antunes, realizou nos últimos quatro anos um trabalho intenso de resgate do ordenamento urbano e acessibilidade no centro comercial do município. Locais como a Praça Rui Barbosa e Avenida Governador Amaral Peixoto (calçadão) foram encontrados pela atual gestão municipal entregues ao caos e a desordem, onde ambulantes de diversos municípios, e até mesmo de outros países, ocupavam o espaço de forma irregular e desordenada, tornando o local intransitável. Por outro lado, lojistas faziam a exposição de mercadorias em locais indevidos, dificultando o trânsito de pedestres, principalmente aos deficientes físicos. Além de mais de 50 trailers e barracas irregulares que também foram retiradas.
Caráter educativo

Nos últimos anos, através de um trabalho mais de caráter educativo que punitivo, comerciantes e camelôs passaram a respeitar as leis e seguir as orientações passadas pela secretaria, com isso, toda população foi beneficiada, restabelecendo o direito de ir e vir, impulsionando a economia local. Hoje, não só na Praça Rui Barbosa, mas em todo o centro comercial de Nova Iguaçu, a secretaria tem trabalhado com foco na ordem e na acessibilidade para portadores de necessidades especiais.


"Há 04 anos assumimos a pasta de serviços essenciais e encontramos uma cidade mergulhada em uma completa desordem urbana, com centenas de barracas do comércio informal além da exploração por parte dos lojistas do passeio público com o argumento que estavam protegendo a entrada de suas lojas. Causando com essa associação de ocupações irregulares, um caos na circulação da população
em geral e um completo impasse no acesso das pessoas portadoras de deficiência física. Como a cidade sempre teve como principal vocação as atividades de comércio e serviços, ficou claro que não havia expectativa de crescimento ao município, uma vez que a ocupação Indevida se dava principalmente por ambulantes que vinham de outros municípios a até países como Chilenos, Angolanos, Chineses, entre outros.", afirmou o secretário Luiz Antunes.

Ordem Urbana

A atuação da secretaria não se restringiu ao centro do município, houve também um intenso trabalho de remoção de carcaças de automóveis, barracas fixadas irregularmente no solo e trailers que impediam o livre acesso causando transtornos a população dessas regiões. Mais de 500 obstáculos foram retirados. Além disso, a secretaria atuou também de forma contundente no amparo de animais
vítimas de abandono e maus tratos. Resgatando os animais de grande porte (equinos e bovinos), que transitavam livremente em vias públicas trazendo o risco de graves acidentes.  Além de socorrer aqueles que eventualmente foram vitimados. Outro trabalho de extrema importância realizado pela secretaria foi a captura e retirada de enxames de abelhas, uma vez que, no passado, já houve no próprio município histórico de óbitos de pessoas e animais vítimas de ferroadas da espécie.

Defesa Civil

Durante as fortes chuvas que castigaram a cidade de Nova Iguaçu, no ano de 2013, a Defesa Civil também atuou de forma eficaz no socorro à população, através do Plano Verão, retirando-as das áreas de risco e as encaminhando para programas sociais, como o aluguel social de emergência, além de realizar mais de 30 mil atendimentos de liberação de FGTS em convênio com a Caixa Econômica Federal, para a população atingida, visto que fora declarado Estado de Emergência no município. Após essas medidas, a secretaria realizou centenas de vistorias técnicas nas residências, expedindo laudo de vistoria. Garantindo assim o retorno de diversas famílias aos seus lares de forma segura.

"Ao assumir a pasta em 2013 encontramos a cidade sem nenhum projeto de orientação e planejamento das atividades do sistema de Defesa Civil. Além disso, todos os rios que cortam a cidade estavam assoreados, além de esgotos, bueiros e bocas de lobo de vias públicas entupidos. Por isso a cidade sofreu as conseqüências. A partir daí realizamos um trabalho em parceria com diversos órgãos da prefeitura, realizando a desobstrução de rios, canais, servidões públicas e esgotos. Possibilitando o escoamento do fluxo pluvial mesmo que intenso. Haja visto que desde de 2013, não houve mais registros de Estado de Calamidade por conta das chuvas. Estou deixando um plano de contingência pronto à disposição do próximo gestor da pasta." afirmou Luiz Antunes.

Secretário faz avaliação e agradecimentos referente ao trabalho realizado neste ciclo

"Estamos com a sensação de dever cumprido por ter consciência que trabalhamos incansavelmente a favor dos iguaçuanos. Agradeço em primeiro lugar a Deus e também ao prefeito Nelson Bornier, que pela terceira vez me confiou uma das secretarias mais importantes para o município. Agradeço também a toda nossa equipe que nunca mediu esforços para dar suporte a população no que foi
preciso. Esperamos e torcemos para que a próxima gestão, mantenha nosso ritmo de trabalho e conserve tudo aquilo que construímos, como por exemplo as 80 vagas em 04 bicicletários espalhados pelo município, feitos em parceria com a iniciativa privada. Agradeço a cada cidadão iguaçuano pelo carinho e confiança em nosso trabalho que sempre foi realizado com dignidade", completou o secretário.




Por: Rafael Marinho
Fotos: Reprodução
29/12/2016





Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »