Prefeituras da Baixada Fluminense vão formar um consórcio para segurança pública





Prefeitos eleitos e representantes de seis cidades da Baixada Fluminense — Nilópolis, Nova Iguaçu, São João de Meriti, Mesquita, Japeri, Queimados — , além de Fernando Mac Dowell, vice-prefeito eleito do Rio, se reuniram ontem com o comandante geral da PM, Wolney Dias, em Nova Iguaçu. A pauta foi a criação de um “cinturão de segurança" para a região.

A ideia seria semelhante ao que já acontece na saúde pública, com o Cisbaf — Consórcio Intermunicipal de Saúde da Baixada Fluminense. Funcionaria como um consórcio. As prefeituras destinariam recursos para contratar policiais de folga através do Proeis — Programa Estadual de Integração na Segurança — e aumentar os efetivos.

"É o grande cinturão da segurança da Baixada Fluminense. Estamos vivendo momentos terríveis. Tenho certeza que essa integração vai fazer muito bem em termos de segurança à nossa população", afirmou Farid Abrão, prefeito eleito de Nilópolis.

Foi do próprio Farid Abrão que a ideia partiu. E após o encontro, os representantes dos demais municípios se comprometeram em cooperar.

"Acho que essa é a saída nessa questão de segurança pública. Todos temos que buscar parceiros, porque isso interessa ao industrial, ao comerciante local, para que a gente possa ter uma qualidade de vida melhor", disse o prefeito eleito de Nova Iguaçu, Rogerio Lisboa.

Durante o encontro, o comandante da PM também apresentou uma nova fórmula de cálculo para a distribuição do efetivo. Hoje a conta é feita com base na densidade demográfica, numa relação entre a extensão do local e o número de habitantes. O novo formato levaria em consideração também a mancha criminal, o que beneficiará a região com seus altos índices de criminalidade.


Via Extra
10/12/2016

Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »