Turista italiano é morto após entrar por engano em favela no Rio





A viagem de dois primos italianos terminou em tragédia no Rio de Janeiro depois que um deles, identificado como Roberto Bardella, de 52 anos, foi morto nesta quinta-feira (8). Bardella e o primo, que teve a identidade preservada por segurança, entraram por engano no Morro dos Prazeres, favela em Santa Teresa, Região Central da cidade. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios, da Polícia Civil.

Segundo informações preliminares, Bardella foi baleado na cabeça. Os dois amigos viajavam em motos pela América do Sul e já tinham passado pelo Paraguai e Argentina, além de Curitiba e Foz do Iguaçu, onde visitaram as cataratas.

Investigadores disseram que os italianos tinham visitado o Cristo Redentor e, guiados por um aplicativo que utiliza orientação GPS, acabaram pegando um caminho que os levou para a favela. Eles foram abordados por, a princípio, dez criminosos por volta das 11h30 e levados para um local no interior da comunidade.

Os dois primos e tinham câmeras nos capacetes e, segundo a polícia, podem ter sido confundidos com policiais. As câmeras e outros pertences dos italianos foram roubadas. A vítima foi morta logo depois da abordagem. Em seu depoimento, o sobrevivente afirmou que os bandidos lavaram as motos e usaram luvas para manusear as motocicletas antes de liberar a vítima.

Corpo encontrado


Segundo informações do comando da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Prazeres, policiais receberam uma denúncia, por volta das 11h, de que dois turistas tinham desaparecido na favela.

A Coordenadoria de Polícia Pacificadora informou que foi feito um cerco na região e o corpo de um deles foi localizado na Rua Cândido de Oliveira. O segundo turista foi resgatado sem ferimentos pelos agentes em um dos acessos ao morro.

As duas motocicletas em que eles estavam também foram recuperadas pelos PMs e buscas estão sendo feitas com o apoio de outras UPPs e de batalhões. Equipes do Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPTur) também estão no local prestando assistência à vítima.

O sobrevivente foi levado por policiais civis para a Divisão de Homicídios, na Barra, Zona Oeste. Apesar de não ter ferimentos, o italiano estava muito abalado.

Repercussão internacional


Jornais italianos já repercutem a morte de Bardella. Além de noticiar a morte, o "Il Giornale" também deu destaque ao fato de que o Morro dos Prazeres é considerado um "morro pacificado". A "RaiNews" também noticiou a morte do italiano.



Via R7
09/12/2016

Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »