Falta de manutenção a viaturas ocasiona desfalque no policiamento da Baixada Fluminense

Foto: Reprodução

Moradores de Nova Iguaçu, Nilópolis e Mesquita sofrem com a falta de segurança nos municípios. O policiamento nas regiões não ocorre normalmente, já que as viaturas estão paradas por falta de verba para manutenção. O pátio do 20° BPM (Mesquita) encontra-se com viaturas que poderiam estar nas ruas.


Segundo dados do Instituto de Segurança Pública, em um ano os roubos só aumentaram. Entre novembro de 2015 a 2016 o roubo a pedestres teve um aumento de 100,9%. Os assaltos a ônibus subiram 113,5%. Os roubos a cargas teve um percentual de 167%.

Parte da escala da tropa foi cancelada pelo comandante, pois não há viaturas para patrulhamento. Os policiais passam a ter agora uma jornada diária de oito horas. Antes a jornada era 12 horas e 24 horas de descanso. O major Sérgio Luiz Stoll, chefe de recursos humanos, fez uma comunicação interna, alegando que as escalas de serviço motorizadas só serão normalizadas quando as viaturas forem devidamente consertadas.


De acordo com a PM, a manutenção das viaturas é feita pelo próprio batalhão desde o rompimento de contrato com uma empresa terceirizada que fazia esse serviço. Ainda segundo a PM, o policiamento na baixada não foi afetado. 


Por Hyago dos Santos
Baixada Viva Notícias
07/01/2016

Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »