Jovem ´Bileu´ é assassinado a tiros em Nova Iguaçu

Vinícius Araújo Firmino, de 21 anos, conhecido como “Bileu”, foi morto a tiros na manhã de ontem na Estrada de Ferro. Fotos: Ivan Teixeira / Jornal de Hoje

As execuções na Baixada Fluminense continuam a todo vapor. Se na madrugada de segunda-feira um jovem foi assassinado no bairro Jardim Campo Alegre, em Queimados, ontem foi a vez de Nova Iguaçu registrar um caso de homicídio. 



Vinícius Araújo Firmino, de 21 anos, conhecido como “Bileu”, foi morto a tiros na manhã de ontem na estrada de Ferro, no bairro Vila de Cava. Moradores da região informaram que ele levou o primeiro tiro no alto de um morro e tentou fugir invadindo uma residência, mas foi perseguido e executado no quintal de uma casa. O crime teria ocorrido por volta das 8h. Na noite de segunda, outro homicídio foi registrado na cidade. Desta vez, em Morro Agudo.

De acordo com informações, Vinícius era morador do bairro Maloca, localizado nas proximidades. Vinícius já esteve preso em São Gonçalo. Ele levou pelo menos oito tiros. Um morador que não quis se identificar contou que um Corola preto já rondava a área há pelo menos uma semana. Outro morador informou que Vinícius praticava vários roubos na localidade.


Parentes que estiveram no local não quiseram comentar o caso. Agentes da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) vão investigar o caso. Uma das namoradas da vítima também esteve onde Vinícius foi morto e será chamada para prestar depoimento juntamente a familiares e amigos. No local onde Vinícius foi morto não existe nenhuma câmera de segurança que possa ter gravado o momento do homicídio.

Na noite de segunda-feira, o corpo de um homem negro ainda não identificado foi encontrado por moradores da Avenida Tancredo Neves, no bairro de Morro Agudo, em Nova Iguaçu. Eles informaram que vários disparos de armas de fogo foram ouvidos por volta das 21h. Os tiros provocaram pânico nas pessoas que estavam nas proximidades. 


O homicídio aconteceu na subida de uma passarela próxima a um viaduto de Comendador Soares que está com as obras paralisadas. O homem vestia uma camiseta branca e calça jeans. Agentes da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) também irão investigar este caso.

Via Jornal de Hoje

25/01/2017

Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »