Acusado de executar jovem em Austin é investigado por outros homicídios

Wander Douglas Nunes foi executado em Austin, na última segunda. O suspeito é Ari de Araújo (Foto detalhe)

O homem acusado de ter executado Wander Douglas Nunes dos Santos, de 16 anos, na última segunda-feira, também será investigado por outros homicídios ocorridos na área de Austin, em Nova Iguaçu. 



O sargento Luciano, que comandava a guarnição com o cabo Araújo e os soldados Cardoso, Fazolo e Ruy, informou que eles chegaram até o acusado após ouvirem testemunhas. Ari de Araújo seria segurança de um bar onde, diversas vezes, teria se envolvido em confusão com frequentadores do local.

No momento da prisão, Ari estava com um carro HB20 e um revólver calibre 38 que teria sido usado no crime. Além disso, ele portava uma faca e uma japona camuflada do exército. 


Os policiais também encontraram um recibo de compra e venda de uma moto XRE300, de cor preta, em branco. Moradores, revoltados com a covardia cometida contra o garoto, agrediram Ari. 

Os policiais tiveram trabalho para conter os ânimos dos moradores, que tentavam fazer justiça com as próprias mãos. A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) já iniciou uma investigação para descobrir se Ari está envolvido em outras mortes ocorridas no bairro de Austin. 


Moradores contaram que Ari faz parte de um grupo de milicianos que age na região executando usuários de drogas, traficantes e ladrões que agem no bairro. Ari foi transferido para o sistema prisional de Bangu, onde aguardará julgamento. Se for condenado, poderá pegar até 30 anos de prisão.


Via Jornal de Hoje
15/02/2017


Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »