Blocos colorem ruas de Queimados no Carnaval



Se a sua intenção é curtir o Carnaval com muita alegria e animação, o destino certo é Queimados, na Baixada Fluminense, que neste ano vai resgatar a cultura dos blocos de rua em várias regiões da cidade. Na hora de cair na gandaia, os foliões não vão economizar na criatividade. De amanhã (24) até a terça-feira da folia, 18 blocos independentes vão colorir as ruas da cidade. Além das fantasias, alegorias e adereços, os Festejos de Momo prometem chamar a atenção pelos nomes engraçados dos blocos: “Gato Mole”, “Peteleco na Mijona”, “Boi que Mia” e “Entorna, mas não derrama” são alguns dos diversos dos títulos inusitados.

Depois de se molhar com garrafas de cerveja e parecer que havia urinado na roupa, Maura Oliveira, de 46 anos, ganhou o apelido de mijona. Daí foi um pulo para montar o bloco. “Começaram a me chamar de mijona e por causa de um amigo que gostava de me dar peteleco, batizamos o bloco de Peteleco na Mijona”, disse ela que não larga o sapo de pelúcia, mascote do bloco que vai desfilar na terça-feira de Carnaval, na Rua Santa Rita, no Centro.

O Carnaval deste ano está sendo realizado pela Federação de Blocos Carnavalescos de Queimados, em parceria com a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, que disponibilizará banheiros químicos e fará a logística de trânsito e saúde. O desfile dos blocos começou desde o dia 11 de fevereiro, nove agremiações já se apresentaram. Ao todo, a folia reunirá 27 agremiações independentes espalhadas por 12 bairros diferentes da cidade. “Os blocos de rua resgatam a cultura carnavalesca e valoriza as expressões culturais da cidade. Ficamos felizes em ver todos brincando com alegria e em diferentes cantos do nosso município”, destacou o prefeito Carlos Vilela.

A programação

Nesta sexta-feira (24), a folia começa a partir das 16h com o desfile do “Bloco de Carnaval Bella”, na Rua Alcindo Bulhões Paes, no Centro. Já no sábado (25), a festa começa a partir das 15h com a “Turma de Clóvis Atração”, na Rua Rui Chagas, no Centro, às 17h será a vez do tradicional “Bloco das Piranhas da Carlos Sampaio”, no Sítio do Meu Bem, na Estrada Carlos Sampaio, Centro e fechando às 19h, o “Bloco da Inconfidência”, que será realizado na Avenida Tiradentes, no bairro que dá nome ao bloco.

Fechando a programação do fim de semana, no domingo (26), sete agremiações realizam suas apresentações. Às 12h, será a vez do bloco “Motivo pra beber” se apresentar no Fanchem, logo após às 13h, se apresentam os Blocos “Entorna, mas não derrama”, na Rua Horácio, no bairro Cantão, o “Amigos do Paraíso”, na Rua Amaro Cavalcante e o “Bloco do Boi” na Rua Rui Chagas, no Centro. Às 14h, acontece o “Bloco do Futcharme”, na Rua Angelina Figueira e o Bloco “Boi que Mia”, no sítio Kakareco e às 15h o bloco “Miga Sua Louca” anima os foliões na Rua Divino Alcides dos Santos, na Vila Camarim.



Na segunda (27), será a vez do bloco "Flor da Vila”, a partir das 14h, na quadra do Vila Americana e às 16h o "Bloco dos Piratas" anima a galera da rua dos Telégrafos. Para fechar com chave de ouro, quatro blocos fecharão na terça-feira (28) a programação de Carnaval. Às 10h, o bloco do "Gato Mole" se apresenta na Rua Camarim, às 12h, será a vez do "Deixa Arder" desfilar na rua Nilópolis, no bairro São Roque, às 13h, será a vez do "Peteleco na Mijona" na rua Santa Rita, às 15h acontecerá o “Bloco do Pica Pau”, na Estrada do Lazareto e às 16h o bloco "Batidas e Rimas" anima a galera que passar pela Praça Dona Branca.

Regras especiais

Os foliões podem beber até cair, mas não podem esquecer que existem regras a cumprir para que o carnaval seja em paz. Em reunião realizada com os responsáveis pelos blocos, o comandante do 24° BPM (Queimados), Ten. Cel. André Santos Souza, secretários municipais e representantes do Conselho Tutelar, ficou decidido a proibição de funk durante as atividades dos blocos e que os eventos terão que terminar até à meia noite.

Em cada bloco, haverá banheiros químicos disponíveis aos foliões e quem for flagrado desobedecendo a essa regra, pode parar na delegacia. Os pais de crianças e adolescentes e os vendedores também devem ficar atentos, pois a PM e o Conselho Tutelar irão fiscalizar a venda e o consumo de bebidas alcoólicas a menores de idade.



Via PMQ
24/02/2017


Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »