Equipes do Samu doam sangue para o Hospital da Posse no carnaval




Profissionais do serviço de atendimento móvel de urgência (Samu) de Nova Iguaçu se reuniram, nesta quinta-feira (23), para uma doação coletiva de sangue no Hospital da Posse. A ação solidária, que envolveu enfermeiros e condutores, foi uma iniciativa da coordenadoria do Samu, com apoio da secretaria de Saúde, para atender a demanda do carnaval.

O secretário de Saúde, Hildoberto Carneiro, acompanhou a ação e falou sobre a importância da doação. "Esses profissionais estão salvando a vida das pessoas duas vezes hoje. Eles que socorrem, estão deixando sangue para o socorrido. E, mais do que ninguém, eles sabem a importância desse gesto", afirma o secretário.

De acordo com o diretor do Hospital da Posse, Joé Sestello, nesta época do ano, a queda é de cerca de 30% no número de doações porque muitos doadores frequentes viajam de férias nos meses de janeiro e fevereiro. No entanto, a demanda dobra. “Por isso precisamos de sangue. Essas iniciativas são muito importantes neste momento", ressalta o diretor.

Segundo a coordenadora do Samu, Beatriz Bessa, a iniciativa surgiu por conta do aumento da demanda do hospital. "Sabemos que no carnaval o estoque fica vazio e que o número de casos graves, que necessitam de transfusão de sangue, aumentam, então pensei: por que não reunir um grupo e fazermos a nossa parte?", explica Beatriz.

E, como o esperado pela coordenadora, a equipe abraçou a ideia. Assim que soube da doação, o condutor Rafael Alves, de 35 anos, quis participar. "Eu sempre tive vontade de doar, mas tinha medo. E dessa vez foi diferente. Ter os meus parceiros ao meu lado me deu coragem. Trabalhamos com vida e temos que dar o exemplo", diz Rafael.

O banco de sangue do Hospital da Posse, que é o único banco público da região ligado ao Instituto Estadual de Hematologia (Hemorio), funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 12h30.

Doação de Sangue

Para ser doador é preciso estar bem de saúde, pesar 50kg ou mais e ter entre 16 e 69 anos de idade, desde que a primeira doação tenha sido feita antes dos 60 anos. Não é preciso estar em jejum, bastando apenas não ter ingerido alimentos gordurosos 4h antes da doação, nem bebida alcoólica nas últimas 24h. Quem tem piercing e tatuagem há menos de um ano não pode doar. Jovens com 16 e 17 anos só podem doar com autorização dos responsáveis. Além disso, no dia da doação, é preciso levar documento oficial com foto, como identidade ou carteira de motorista.



Via PMNI
24/02/2017


Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »