Morador de rua de Nova Iguaçu recebe ajuda e volta para sua terra natal

Foto: Alziro Xavier / Secretário de Assistência Social Alexandre Alverca com ex-morador de rua 

A felicidade no olhar de quem está voltando para casa esconde os dias de sofrimento vividos pelo ex-morador de rua Fábio Faustino da Silva, de 34 anos, que foi o primeiro a ser atendido pelo programa “De volta para minha terra natal” desenvolvido pela Secretaria de Assistência Social da Prefeitura de Nova Iguaçu, através do Centro de Referência Especializada para População em Situação de Rua, mais conhecido como Centro POP. A prefeitura de Nova Iguaçu é a primeira na baixada fluminense a desenvolver o projeto que tem como objetivo ajudar moradores de Rua a voltarem para a cidade onde nasceram.

Fábio voltou para Fortaleza na manhã desta sexta-feira, 17, após ficar desempregado e morar na rua por uma semana. A história dele começou quando chegou à Nova Iguaçu com o sonho de trabalhar como pedreiro. No início conseguiu um emprego, casou e teve 4 filhos que hoje moram em Paraty. Infelizmente o casamento e o emprego não deram certo e ele viveu dias que prefere apagar da memória. “Não consegui dormir durante 4 dias seguidos enquanto estava na rua. Eu não agüentava mais aquela situação. Senti frio e fome. Estava acostumado a ter a minha casa e o meu lar. Voltar para casa dos meus pais é o melhor presente que eu poderia ganhar e isso só foi possível com a ajuda do Centro POP. Estou muito feliz”, contou emocionado.

Durante o período em que passou por muitas dificuldades soube por outros moradores de rua da existência do Centro POP e rapidamente procurou ajuda. Quando chegou ao Centro, mostrou todos os documentos, e isso facilitou o contato da equipe com a família que felizmente o aceitou de volta e ainda custeou a passagem.

Para o secretário de Assistência Social a expectativa para o projeto é grande. “Através do exemplo do Fábio virão outros moradores que terão um final feliz. O nosso interesse é levar o morador de rua de volta a sociedade e ao encontro da família. A Prefeitura dará sempre todo o apoio necessário para que isso seja realizado o mais rápido possível”, disse.

No Centro Pop, além de orientação psicológica e social, os usuários recebem alimentação, roupas novas e encaminhamento para abrigos parceiros. O espaço possui uma equipe de assistentes sociais e educadores que fazem abordagens diárias e fica na Rua República Árabe da Síria, nº 136 – Centro. Funciona de segunda a sexta, das 9h às 17h.



Via PMNI
18/02/2017


Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »