´Não sei como vou conseguir viver sem ela´, diz mãe de menina de 7 anos morta no Rio



A mãe da menina Fernanda Adriana Caparica Pinheiro, de 7 anos, que morreu após ser baleada na noite de quarta-feira (15), esteve no Instituto Médico-Legal (IML) para liberar o corpo da menina. Fernanda estava brincando em casa, no Parque União, no conjunto de favelas da Maré, por volta das 20h, quando foi ferida. O tiro atingiu o tórax da criança, que chegou a ser socorrida e levada para o Hospital Federal de Bonsucesso, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

“Sonhadora a minha filha. Queria ser veterinária quando cresse. Alegre, vaidosa, não me abandonva hora nenhuma. Não sei como vou conseguir viver sem ela”, disse Thaiana Santos, mãe da menina Fernanda.


A família está muito abalada com a morte e contou que o confronto na comunidade começou cedo. Por isso, Fernanda não teve aula na quarta-feira e passou o dia em casa brincando com uma amiga. Ela estava na laje de casa, quando foi atingida por uma bala perdida.

Pelas redes sociais, moradores da comunidade relatam a insegurança e o medo que sentem constantemente. "Fui buscar meu filho de bicicleta na escola, chegou ali no depósito de gás começou tiroteio. Estou assustada até agora". "Cuidado gente eu moro aqui no Parque União. Dá pra ver as balas passando", afirmou outro morador.

Durante toda a quarta-feira, não houve operação policial no conjunto de favelas. De acordo com a PM, o que aconteceu foram confrontos entre traficantes de facções rivais. A causa seria a morte de um gerente do tráfico de uma das facções que atua na região.

A Secretaria Municipal de Educação confirmou que, por causa da intensa troca de tiros, o funcionamento nas escolas da rede municipal foi suspenso nesta quarta e quase seis mil alunos ficaram sem aulas na região.

Nesta quinta-feira, as aulas foram novamente suspensas no conjunto de favelas da Maré. A Secretaria Municipal de Educação disse que 10 escolas, duas creches e três espaços de desenvolvimento infantil não funcionaram pela manhã.



Via G1
17/02/2017


Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »