Abaixo-assinado contra o fechamento do Hospital da Posse é protocolado no MP


Na última quinta-feira (16), o líder comunitário Denilson Marques, de 46 anos, protocolou no Ministério Público, o abaixo-assinado com mais de 10 mil assinaturas, colhidas em diversos bairros do município, que reivindica o não fechamento do Hospital Geral de Nova Iguaçu, conhecido como Hospital da Posse, que atualmente funciona de forma precária devido ao excesso de atendimentos somados à falta de repasses de recursos do Governo do Estado e do Ministério da Saúde.

Apesar de municipalizado desde 2002, o Hospital da Posse atende pacientes de toda Baixada Fluminense, além de vítimas de acidentes na Rodovia Presidente Dutra e outras rodovias estaduais.

O acordo firmado quanto a municipalização da unidade foi que foi 70% dos recursos viriam do Governo Federal, sendo completo por 15% do Governo do Estado e mais 15% do município. Sendo que, segundo Denílson, o estado não tem repassado a sua parte e já acumularia uma dívida em torno de R$ 28 milhões com o HGNI. Ainda segundo o militante de causas sociais, Ministério da Saúde tem repassado apenas R$ 8 milhões/mês, quando na verdade, o valor correto seria de R$ 14 milhões/mês.

"Estou fazendo a minha parte como cidadão e acredito que Ministério Público, coerentemente, acate o nosso pedido e entre com Ação Civil Pública, determinando que o Governo Federal cumpra o que foi acordado. Nosso próximo passo será ir até Brasília, cobrar pessoalmente ao Ministério da Saúde, as devidas verbas para o Hospital da Posse, evitando assim o fechamento desta importantíssima unidade hospitalar de nossa região. Não podemos ficar omissos!", disse Denílson.

"O Hospital realizava 4 mil atendimentos por mês, atualmente esse número ultrapassa 10 mil pacientes/mês. Por isso, para pra funcionar na sua totalidade o HGNI precisa de R$ 20 milhões/mês. Quero ressaltar que o diretor da unidade, Dr. Joé Sestello, não tem medido esforços manter o funcionamento o funcionamento do Hospital e buscando recursos, porém, a caos instaurado no Hospital da Posse, está chegando a uma situação insustentável", completou a liderança. 



Por: Rafael Marinho
Foto: Divulgação
21/03/2017

Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »