Corpo carbonizado é encontrado no Centro do Rio



Um corpo carbonizado foi encontrado na Rua Beneditinos, na esquina com a Avenida Rio Branco, no Centro do Rio, na noite desta sexta-feira. Testemunhas relatam ter visto a pessoa pegando fogo no local, por volta das 20h45m. Por volta das 23h, agentes da Divisão de Homicídios (DH) estavam no local do crime realizando perícia. A especializada ainda apura as circunstâncias do que ocorreu no local.

Segundo a polícia, a vítima não tinha identificação. Por volta da meia-noite, o corpo foi removido por uma equipe da Defesa Civil. Em seguida, agentes da concessionária Porto Novo foram acionados para realizar a limpeza do local.

De acordo com testemunhas, o homem seria um morador de rua. Segundo os relatos, o corpo ainda estava em chamas por volta das 20h45m, momento em que quem estava por perto se assustou.

Um instalador de pisos, que estava fazendo um serviço perto do local, foi quem apagou o fogo. Mas, na hora, ele pensava se tratar de um boneco:

— Nós estamos fazendo um serviço em um prédio aqui ao lado. Nós vimos por volta de oito a nove pessoas, todo mundo olhando para uma claridão. Nós apagamos, pensando ser um boneco, para que o fogo não atingisse o orelhão. Eu e um sargento da polícia ficamos aqui ajudando a pagar. Ficamos em torno de uns dez minutos. Quando o cadáver começou a soltar sangue, nos percebemos que se tratava de uma pessoa — contou Elias Lima Silva, de 34 anos.

Ele ouviu outras pessoas falarem que a pessa saiu de uma caçamba de lixo já pegando fogo:

— Quem estava aqui disse se tratar de um morador de rua, que teria saído de uma caçamba de lixo já pegando fogo. Depois ainda teria corrido pra cá, num trecho da rua — relatou.

RELATOS NAS REDES SOCIAIS

No Facebook, um funcionário de uma empresa que fica próxima ao lugar onde o cadáver foi encontrado comentou sobre a cena chocante que testemunhou:

"Aí você sai do trabalho e se depara com um rapaz morto carbonizado ao lado da empresa. Que cena mais triste", escreveu.

Segundo ele, policiais militares da Operação Centro Presente foram os primeiros a chegar e a isolar a área.

- O corpo já estava coberto com aquele papel alumínio; só deu para ver os pés, que estavam bastante queimados. O segurança da empresa que viu o corpo ainda à mostra disse que parecia um rapaz alto e forte. Muita gente especula se ele seria um morador de rua, mas não deve ser, por esse porte físico. E, se for, não é nenhum conhecido da região - disse a testemunha.


Via Extra
18/03/2017

Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »