Despacho de ´macumba´ pode ter causado incêndio em depósito da Polícia Civil



Inicialmente vale informar que respeitamos todas as religiões, mas não encontramos no dicionário da língua portuguesa outro adjetivo para "despacho de macumba". Assim, vale informar que de acordo com o Jornal Extra, o incêndio que destruiu carros em depósito da Polícia Civil, localizado na Avenida Brasil, na altura do Trevo das Margaridas, pode ter sido causado por despacho de ´macumba´ deixado nos arredores do local. 



De acordo com o delegado Alexandre Petralanda, da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA), o fogo pode ter começado em velas nas oferendas, muito comuns naquela localidade. Outra possibilidade é que o calor tenha dado início ao incêndio. Um inquérito foi aberto pela especializada para investigar o caso.

Ainda segundo Petralanda, cerca de 20 carros foram atingidos. O depósito é do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) atualmente está cedido para a DRFA.

- Não há muro no depósito e tem um grande matagal em volta. Na época de calor, esse mato pode pegar fogo. Além disso, há muito despacho de macumba com velas por ali. São possibilidades - afirma o delegado.

A Polícia Civil fará perícia no depósito. O trabalho dos peritos ainda não foi realizado porque o local está muito quente por causa das chamas. Ainda de acordo com o delegado da DRFA, o depósito abriga apenas carros apreendidos e que já seriam destruídos.

- Os carros apreendidos pela polícia que serão restituídos aos donos são encaminhados para o Pátio Legal em Deodoro. Nesse depósito (onde houve o incêndio), ficam só os que iriam para a prensa. A destruição pode ser por não termos conseguido localizar o dono, pelo carro ser proveniente de fato ilícito ou estar abandonado nas ruas, por exemplo. Há várias possibilidades. Mas não haverá prejuízo aos donos de veículos - garante Petralanda.

O incêndio no depósito começou na manhã desta segunda-feira. Bombeiros do quartel de Irajá foram acionados para apagar as chamas. Ninguém ficou ferido.

Não é a primeira vez que um incêndio destrói carros no local. Em 2015, as chamas atingiram um lote de veículos de passeio. Bombeiros de quatro quartéis conseguiram evitar que o incêndio atingisse os outros carros. Dois anos antes, em 2012, vários veículos também foram destruídos por chamas.



Via Extra
13/03/2017


Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »