Mulher tenta defender a irmã e acaba morta pelo cunhado na frente da filha

Prisicla Simas foi baleada e morreu Foto: Facebook / Reprodução

Uma mulher morreu, na tarde de domingo, após ser baleada na cabeça pelo cunhado, na casa onde a família passava férias, em Araruama, na Região dos Lagos, Rio de Janeiro. Priscila Simas de Souza, de 32 anos, foi atacada enquanto tentava defender a irmã, que discutia com o companheiro, o policial federal aposentado Isaac Cesar Mathias Bezerra, de 58. O crime foi testemunhado pela filha da vítima, de apenas 2 anos.

A dona de casa chegou a ser socorrida, mas não resistiu. Segundo o marido da vítima, que não quis se identificar, o suspeito era ciumento e costumava ter discussões com a companheira.

— Eles sempre brigavam por causa de ciúmes, mas nunca chegou a esse ponto. Eu não estava na casa, mas minha filha pequena viu tudo. Ela que me falou: 'Papai, a mamãe morreu' — contou o marido da vítima, acrescentando que a família está muito abalada. —Está todo mundo em choque. Não sei como vai ser agora.

O viúvo estava em Vila Valqueire, na Zona Oeste do Rio, onde mora, quando soube do crime. Ele voltou até a Região dos Lagos para buscar a filha pequena e tomar as providências legais para a liberação do corpo de Priscila, que foi levado ao Instituto Médico Legal da região.

Em uma rede social, o marido postou uma mensagem de luto pela morte da dona de casa.

"Gente, venho aqui informar a todos que hoje minha esposa veio a falecer por uma covardia brutal por causa de uma discussão. Ela foi se meter e acabou sendo assassinada pelo cunhado. Estou sem chão, sem saber o que fazer. (Ela era) uma menina cheia de planos, todo mundo gostava, não tinha inimigo nenhum... Amor, vai com Deus", escreveu.

De acordo com a Polícia Civil, o local do crime foi periciado e um inquérito para apuração do ocorrido foi aberto. 



O funeral de Priscila acontece nesta terça-feira, no Cemitério de Inhaúma, na Zona Norte do Rio.





Acusado: Policial federal aposentado Isaac Cesar Mathias Bezerra.

Um homem suspeito de matar a cunhada durante uma briga entre familiares foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), durante uma blitz na rodovia Niterói-Manilha (BR-101), em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio, nesta segunda-feira.

Priscila Simas de Souza, de 32 anos, foi atacada enquanto tentava defender a irmã, que discutia com o companheiro, o policial federal aposentado Isaac Cesar Mathias Bezerra, de 58. A filha da vítima, de apenas 2 anos, testemunhou tudo. O suspeito estava foragido desde domingo, quando o crime ocorreu em Araruama, na Região dos Lagos.

Policiais rodoviários federais da 2ª Delegacia (Niterói) abordavam veículos em frente à Unidade Operacional de Itaúna, quando avistaram o carro que poderia ser do suspeito.


Via Extra
06/03/2017




Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »