Polícia Civil identifica que assassino de moradores de rua em Nova Iguaçu é segurança de comércio da região



A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense já identificou o suspeito de executar dois moradores de rua e ferir outros dois, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, na madrugada desta quinta-feira. O delegado Evaristo Pontes Magalhães, responsável pelo caso, conseguiu o mandado de prisão contra o suspeito, que está foragido. Os moradores de rua foram baleados enquanto dormiam, na Avenida Governador Amaral Peixoto, próximo ao Viaduto de Nova Iguaçu. 



Um carro passou atirando contra as vítimas. O crime ocorreu a uma distância de 140 metros da 52º DP (Nova Iguaçu). Anderson Santos e Diogo Cardozo Grilo não resistiram aos ferimentos. Alex Sandro Fonseca e uma adolescente de 16 anos foram encaminhados para o Hospital da Posse, na Baixada Fluminense.

De acordo com o delegado, o criminoso é segurança de um comércio local. A principal linha de investigação da polícia é de que um grupo de 'limpeza social' esteja sendo financiado por comerciantes e moradores da região.

- Testemunhas nos contaram que os ataques aconteceram contra pessoas que estavam cometendo pequenos delitos na região ou que incomodavam de alguma forma. O que sabemos é que ele foi o único que efetuou disparos, de dentro do veículo. Dirigindo, ele abriu a janela, atirou, deu ré e atirou novamente, antes de ir embora. Ele estaria com o apoio de um segundo carro, mas somente ele disparou - disse o delegado.[



Rodrigo é procurado pela Polícia

Ainda segundo Evaristo Pontes Magalhães, o suspeito tem uma passagem na polícia por roubo. A Polícia ainda está analisando as imagens de câmeras de segurança da região e ouvindo testemunhas.

De acordo com a secretaria de Saúde de Nova Iguaçu, Alex Sandro Fonseca, de 39 anos, foi resgatado pelo Samu, na Rua Dom Walmor, no Centro de Nova Iguaçu. Ele permanece internado e o estado de saúde dele é estável. A família dele foi localizada pela Secretaria Municipal de Assistência Social. Segundo Alexsandro, ele é de Nilópolis e estava nas ruas por causa de conflito familiar. A jovem de 16 anos também passou por cirurgia e permanece internada. O Conselho Tutelar foi acionado para levantar o histórico da jovem.

Segundo a secretaria municipal de Assistência Social de Nova Iguaçu, as famílias de Anderson Célio dos Santos e Diogo Cardozo Grilo foram localizadas. Diogo foi enterrado nesta sexta-feira, no cemitério Iguaçu, em Tinguá. A família de Anderson, que estava em situação de rua há três anos, irá providenciar o velório e enterro dele.

Leia as notas na íntegra:

Secretaria de Saúde:

A prefeitura de Nova Iguaçu, por meio da secretaria de Saúde, informa que as duas pessoas que deram entrada no Hospital Geral de Nova Iguaçu, na madrugada da última quinta-feira (02/03), com ferimentos causados por arma de fogo permanecem internadas na unidade.

Um dos pacientes, uma jovem de 16 anos, passou por uma cirurgia e seu estado de saúde é estável.

O outro paciente, Alex Sandro Fonseca, de 39 anos, também passou por um procedimento cirúrgico e seu estado de saúde também é estável.

Secretaria Municipal de Assistência Social


A secretaria municipal de Assistência Social esclarece que está acompanhando o caso de moradores de rua que foram baleados na madrugada da última 5ª feira no centro de Nova Iguaçu.

Anderson Célio dos Santos era de Nilópolis e estava em situação de rua há 3 anos. Assistentes sociais entraram em contato com a família, que disse que providenciaria o enterro.

Em relação à Diogo Cardozo Grilo, a prefeitura localizou a família e o enterro foi realizado nesta sexta-feira , às 14h, no cemitério Iguaçu, em Tinguá.

A Secretaria municipal de Assistência Social informa ainda que está acompanhando as duas pessoas internadas no Hospital da Posse. No caso da menor de idade, de 16 anos, assistentes sociais já acionaram o Conselho Tutelar para levantar o histórico da jovem. Já Alex Sandro Fonseca, de 39 anos, as assistentes sociais fizeram contato com parentes. Ele informou que é de Nilópolis e que estava em situação de rua por causa de conflito familiar.


Via Extra
03/03/2017


Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »