Revolta após morte de adolescente provoca confusão e pânico na Avenida Brasil



Motoristas que passavam pela Avenida Brasil, na altura da Fazenda Botafogo, na Pavuna, viveram momentos de pânico no início da noite desta quinta-feira. A via, que chegou a ter interdições nos dois sentidos, só começou a ser liberada pouco depois das 19h, quando a polícia jogou bombas de efeito moral para dispersar manifestantes que protestavam contra a morte da estudante Maria Eduarda Alves da Conceição, de 13 anos.

Aluna da Escola Municipal Daniel Piza, na Pavuna, a menina foi morta por uma bala perdida. Ela estaria fazendo aula de educação física quando foi atingida pelo disparo. A bala teria partido de um tiroteio entre policiais e traficantes no conjunto habitacional Fazenda Botafogo, na Pavuna.

Imagens nas redes sociais mostram carros voltando na contra-mão, passageiros abandonando ônibus e muitas pessoas correndo pelas pistas da via expressa. Grupos estão jogando rebocos de concreto e movendo conteiners de lixo para bloquear a Avenida Brasil. Segundo relatos, criminosos se aproveitam da situação para efetuar roubos.





A polícia ainda não informa como se formou a confusão, mas relatos dão conta de que se trata de um protesto de moradores da área depois que uma estudante de 13 anos foi morta por uma bala perdida numa escola municipal na Pavuna. Ela estaria fazendo aula de educação física quando foi atingida pelo disparo.

A bala teria partido de um tiroteio entre policiais e traficantes na Fazenda Botafogo, na Pavuna.

Durante as manifestações, um ônibus, um carro e um caminhão foram incendiados na Avenida Pastor Martin Luther King (antiga Avenida Automóvel Clube), onde há também barricadas.

O Centro de Operações da Prefeitura do Rio confirma que há interdições nos dois sentidos da Avenida Brasil, devido a uma ocorrência policial. Equipes da Polícia Militar atuam na região. Há retenção desde Padre Miguel, no sentido Centro. No sentido Zona Oeste, a partir de Cordovil.

De acordo com a nota oficial da assessoria de comunicação da PMERJ, "o comando do 41º BPM (Irajá) foi acionado na tarde desta quinta-feira para intervir em ação de marginais que estavam praticando crimes na Rua Prefeito Sá Lessa, Fazenda Botafogo, próxima ao Rio Acari".

Depois do confronto, ainda segundo a polícia, os agentes receberam a informação que uma adolescente foi atingida por um disparo de arma de fogo dentro da Escola Municipal Daniel Piza, e não resistiu.



-
Foto: Marcelo Theobald / Agência O Globo
"A área foi isolada para realização da perícia. Ainda no confronto, dois homens foram feridos e com eles foram apreendidos um fuzil e uma pistola. No início da noite, populares iniciaram ações de vandalismo pela Avenida Brasil, altura de Barros Filho. Policiais do Batalhão de Policiamento em Vias Especiais (BPVE) e de outras Unidades estão no local, com o intuito de restabelecer a ordem na região", finaliza o comunicado.

Os corpos das vítimas, incluindo o da adolescente, estão sendo retirados do local.




Via Extra
30/03/2017

Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »