Roubo de cargas pode provocar desabastecimento de carne e frango no Estado do Rio



O Estado do Rio de Janeiro registrou 9.862 roubos de cargas em 2016, nove vezes o que a Europa teve no mesmo período, segundo um estudo da Firjan. 


Por causa do crime, a população pode sofrer com a falta de abastecimento de alguns produtos, de acordo com especialistas da área. O presidente executivo da Associação de Supermercadistas do Rio de Janeiro (Asserj), Fábio Queiróz, afirma que há um risco iminente de falta de fornecimento de frango e carne.

A Firjan afirma que os custos extras aplicados aos produtos para compensarem as despesas decorrentes do roubo de cargas variam de 12% a 30%.

— Os produtores elevam seus preços para compensar novos custos com frete e escolta — explica Riley Rodrigues, gerente de estudos de infraestrutura da Firjan.

O presidente da Asserj complementa que a estimativa é de que a alta do preço dos produtos mais visados pelos bandidos, em especial as carnes e bebidas, chegue a até 20%.

— Se antes itens como lâmina de barbear, carnes e bebida eram majorados em 20%, agora isso também se aplica ao biscoito, arroz e feijão.

Roubos de carga no estado já causam aumento de até 20% nos preços em supermercados

Presidente da Fetranscargas, Eduardo Rebuzzi esclarece a gravidade do problema:

— O roubo de cargas é um braço financeiro do tráfico de drogas e armas. Não é possível mais passar em trechos do Arco Metropolitano e bairros próximos às comunidades do Complexo da Pedreira e Complexo do Chapadão.


Via Extra
16/03/2017


Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »