Sete pessoas são detidas por prática de aborto em Belford Roxo




Sete pessoas foram detidas em uma clínica clandestina de aborto, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, no último sábado. Três delas são suspeitas de praticar o crime. No local, foram encontradas duas mulheres, que haviam acabado de passar pelo procedimento, e dois acompanhantes.

O médico ginecologista responsável pela clínica e pelos abortos, Bruno Gomes da Silva, de 83 anos; o anestesista José Luiz Gonçalves, 51 anos, que captava clientes e negociava os valores; e Ricardo Pereira Filho, de 32 anos, responsável por conduzir as gestantes e seus acompanhantes até a clínica, foram presos. As prisões ocorreram no último sábado e foram divulgadas nesta terça-feira pela Polícia Civil.
Policiais desmontaram a clínica clandestina de aborto Foto: Divulgação

Contra José Luiz foi cumprido um mandado de prisão preventiva, expedido pela Justiça, pela prática de aborto com morte e ocultação de cadáver, crime ocorrido em agosto de 2016. Ele já havia sido preso em 2013 por comandar mais de uma clínica clandestina de aborto no Subúrbio do Rio.
Clínica funcionava em Belford Roxo, na Baixada Fluminense Foto: Divulgação

Os três presos foram encaminhados para o sistema prisional e ficarão à disposição da Justiça. As mulheres e seus acompanhantes foram indiciados e vão responder pelo crime de aborto praticado por gestante


Via Extra
29/03/2017

Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »