Companhia Destacada de Nova Iguaçu ameaça fechar as portas




NOVA IGUAÇU - A 1ª Companhia Destacada Integrada da Polícia de Proximidades (CIPP), localizada na rua Tabelião Maurício Costa, Centro de Nova Iguaçu, pode estar com seus dias contados.

Coordenada pelo 3º Comando de Policiamento da Área do 20º BPM (Mesquita), a CIPP é resultado da parceria da gestão anterior da Prefeitura de Nova Iguaçu com a Polícia Militar e foi criada para visar a segurança reforçada do município e, por falta de recursos, a unidade corre o risco de fechar.

Júlio Amaral, de 34 anos, dentista, conta que passar pelo local no final do dia é mais fácil depois que a companhia foi instalada, e que agora ele não tem certeza se poderá passar por lá tranquilamente. "Eu não sabia que ia sair daqui, acho um absurdo por que agora todo mundo aqui se sente mais seguro", contou o dentista.

PRÉDIO COMODATO

O prédio onde funciona a Companhia é alugado desde a gestão anterior da Prefeitura. O prazo para que o contrato do comodato fosse renovado seria até Março deste ano. Foi encaminhado um ofício para a atual gestão da Prefeitura de Nova Iguaçu e para a Secretaria de Segurança Pública, afim de tentar melhorar a situação da CIPP.

De acordo com Jaime Soares, um dos integrantes do conselho Municipal de Segurança Pública e Direitos Humanos e Cidadania (CONSEG), foi feita uma reunião na manhã da segunda-feira (6 de abril) na subsecretaria de Conselhos de Nova Iguaçu, com a presença de representantes da Prefeitura e policiais para decidir o futuro da CIPP.

Em Nota, a assessoria de imprensa da Polícia Militar disse que, "segundo o tenente-coronel Malheiros, comandante do 20º BPM (Mesquita) houve uma reunião na última quinta-feira entre o prefeito Rogério Lisboa e o proprietário do imóvel que vai fazer um comodato entre a gestão atual da Prefeitura e o proprietário do imóvel.



Via Jornal Hora H
Por Hyago Santos



Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »