De 291 ônibus vistoriados em Caxias em um mês, 223 caíram em exigências



Pneus carecas, estruturas enferrujadas, elevadores inoperantes. Alguns dos problemas que passageiros enfrentam todos os dias em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, estão sendo alvo de uma operação de fiscalização da Secretaria municipal de Transportes e Serviços Públicos e da Comissão de Transportes da Câmara de Duque de Caxias.

Desde o dia 6 de março, sete empresas passaram pela vistoria. Foram examinados 291 coletivos. Desses, 223 caíram em exigências. Ao todo, há 503 ônibus nas frotas das empresas em Caxias.

— Essa é um vistoria anual. A empresa cujo veículo cair em exigência terá um prazo de dez a 15 dias para se adaptar. Se o carro for aprovado, ganhará um selo de autorização para circular — explicou o secretário Eduardo Macedo Feital.



Empresas terão entre dez e 15 dias para ajuste Foto: Cléber Júnior / Extra

As exigências mais comuns são relacionadas a problemas em farol, seta, lanterna, campainha e bancos soltos.

— Pra mim outra questão é a demora. Eles param com o passageiro lá dentro e ficam até 40 minutos do lado de fora conversando, e a gente sem ar-condicionado — reclama a secretária Gracielle Jardim, de 34 anos, que anda de ônibus na cidade todo dia.

Segundo o presidente da Comissão de Transportes da Câmara de Vereadores, Beto Gabriel (PV), até funcionários das linhas reclamaram da má conservação dos veículos:

— Recebemos muitas denúncias de mau estado.

Elevadores inoperantes e enferrujados foram identificados na operação Foto: Cléber Júnior / Extra

Operação continua

As empresas vistoriadas foram Transporte Santo Antônio, Auto Viação Reginas, Transporte Fabios e Auto Ônibus Vera Cruz. Nesta terça-feira, será o último dia de fiscalização de veículos da Viação União, que começou na semana passada. Faltam os ônibus da Transturismo Rei (Trel) e Transporte Turismo Machado.

Elevadores inoperantes

A vistoria desta segunda-feira foi nos veículos da Viação União, no Parque Beira Mar. O “Mais Baixada” acompanhou a inspeção. Em dois ônibus, os elevadores para pessoas com deficiência estavam com defeito. Um deles chegou despencar. O outro estava enferrujado e fez um movimento brusco. Um dos veículos apresentou pneu careca. Eles faziam a linha Santa Lúcia x Beira Mar. Os dois foram recolhidos.

Fiscais fiscalizaram coletivos da Viação União Foto: Cléber Júnior / Extra

— Nunca vi um elevador deles funcionar. Teve uma vez que o cadeirante precisou ser carregado nos braços dos passageiros para entrar, porque o motorista não conseguiu ligar— contou a dona de casa Verônica Santos, de 31 anos.

O Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários em Duque de Caxias disse que a Viação União negou as denúncias e não comentou sobre as outras empresas.


Via Extra
05/043017

Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »