Família lamenta morte de atleta de handebol em Caxias: ´Estamos vivendo como animais´

O atleta George Felipe morto numa tentativa de assalto Foto: Cléber Júnior

A família de George Felipe da Silva Pereira, de 31 anos, está arrasada com a morte do atleta. O goleiro do time carioca de handebol de areia Rio Handbeach morreu nesta terça-feira após ser baleado durante uma tentativa de assalto na noite de domingo em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. No Instituto Médico Legal (IML) da cidade, irmãos da vítima, que não quiseram se identificar, desabafaram sobre o ocorrido.

— Estamos vivendo como animais para o abatedouro. Vou levar minha família embora do Rio de Janeiro. Não dá mais para ficar aqui. O George era um cara super tranquilo, não tinha inimigos — contou.

A família ainda lamentou a demora para a liberação do corpo da vítima. Segundo os familiares, só havia um perito trabalhando. Por causa da demora, o enterro previsto para a tarde desta quarta-feira deve ser realizado na quinta-feira no cemitério de Irajá, na Zona Norte do Rio.

— A ambulância também demorou a chegar. Meu irmão perdeu muito sangue. Ele chegou no hospital consciente, pedindo água. Ele chegou a dar o endereço de casa ainda, mas a demora pode ter complicado o estado dele — disse.

O IML de Duque de Caxias Foto: Cléber Júnior


George foi atingido por seis tiros, um na perna e cinco tiros na região do tórax e abdômen e nenhum pertence dele foi roubado. Ele chegou a ser levado para o Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias, onde morreu.

Investigação

Os parentes de George acreditam na versão de que ele foi confundido com um policial militar, já que, no momento do ocorrido, ele estava vestido com uniforme de segurança. O atleta tinha acabado de sair de um evento em que trabalhou como segurança. Mesmo assim, eles preferem esperar a conclusão policial.

— Só queremos agora Justiça. Não sabemos o que aconteceu — afirmou a irmã da vítima.

A 59º DP (Duque de Caxias), que investiga o caso, pede que quem tenha informações sobre o ocorrido entre em contato com a delegacia. As informações também podem ser passadas por meio do WhatsApp (21) 99817-0306. O anonimato é garantido.

George Felipe da Silva Pereira, goleiro da equipe Rio HandBeach, de beach handball, foi baleado no domingo na Avenida Washington Luiz, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, na altura do bairro Jardim Gramacho. George estava voltando pra casa depois de trabalhar.


Via Extra
26/04/2017


Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »