Mais um homem é arrancado de casa em Queimados e assassinado

O crime que ocorreu na Rua Fernandino foi próximo ao conjunto habitacional Valdariosa, entre Queimados e Nova Iguaçu. Fotos: Ivan Teixeira / Jornal de Hoje


Pelo segundo dia consecutivo, a cidade de Queimados registrou mais um caso de extrema violência e com as mesmas características. Ontem de madrugada, um jovem de 23 anos foi arrancado de dentro de casa por criminosos e executado a tiros em plena rua. Os bandidos, encapuzados, ainda teriam espancado a vítima na frente dos familiares. O crime que ocorreu na Rua Fernandino, foi próximo ao conjunto habitacional Valdariosa, região temida pelos moradores por causa da violência. O bairro fica entre Queimados e Nova Iguaçu.


De acordo com relatos de familiares, um trio encapuzado, arrombou a porta da casa onde o ajudante de caminhão Jorge Luiz Pantaleão Junior, morava e bateu na vitima na frente de sua mulher e enteados, exigindo saber o paradeiro de uma pessoa que os parentes não sabiam dizer quem era. Durante a madrugada a família registrou seu desaparecimento, porém o jovem foi achado por moradores do local às 8h da manhã em um bairro de Nova Iguaçu em meio a um matagal.


No corpo que foi desovado em uma esquina na Estrada do Campo Alegre, havia quatro marcas de tiros possivelmente disparados de uma pistola. O rapaz que não possuía envolvimento com drogas, segundo testemunhas, já é o segundo caso de execução com as mesmas características de um homicídio ocorrido na última segunda-feira, no qual um jovem foi arrancado de sua casa durante a madrugada e executado.

Um jovem de 22 anos foi executado a tiros na madrugada de segunda-feira, no bairro Guarani, em Queimados, após ser retirado à força de dentro de casa por criminosos fortemente armados. Luiz Henrique Medeiros Thomé foi surpreendido por volta das 5h, por um grupo de homens encapuzados dentro de sua residência onde morava com os filhos. Segundo relatos de familiares, o rapaz estava dormindo juntamente com parentes em sua casa na Rua Capitólio, quando foi arrancado pelo grupo mascarado.


Ainda na casa, em ato de violência, os bandidos bateram na mãe e na namorada da vítima na frente das crianças. Em seguida, o rapaz foi retirado do interior da residência e a arrastado pela rua. Familiares próximos afirmaram que a todo instante os criminosos perguntavam por uma outra pessoa que eles não sabem dizer o nome.

De acordo com informações de populares, Luiz Henrique nasceu e foi criado no bairro e mesmo tendo vício em drogas, a vítima não mantinha rixas com ninguém. Ainda contaram que ele trabalhava como ajudante de pedreiro com o pai e foi assassinado com diversos tiros inclusive um na cabeça. Vizinhos e parentes estavam em choque devido à crueldade do crime.


Agentes da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) tentam identificar se a mesma quadrilha participou dos dois crimes.

De acordo com dados divulgados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP), no mês de fevereiro, 20 pessoas foram assassinadas na cidade de Queimados.


Via Jornal de Hoje
19/04/2017


Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »