Preso em Japeri jovem acusado de participar de morte de PM da Lei Seca em Queimados

Luiz Felipe Monteiro da Conceição, 18 anos, foi preso por policiais militares. Em sua casa, foi encontrado um aparelho para desligar rastreador de caminhão. Fotos: Ivan Teixeira / Jornal de Hoje


Um homem suspeito de participar da morte de um policial durante uma blitz da Lei Seca, em Queimados, foi preso ontem de manhã (7) por policiais do 24ºBPM (Queimados). Ele foi encontrado dentro de casa, em Japeri. Luiz Felipe Monteiro da Conceição, de 18 anos, estaria junto do grupo que assassinou o sargento Anselmo Alves Júnior, 37, atingido por três tiros. Ele foi socorrido e levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da região, mas não resistiu.



Segundo informações do tenente Mayrink, após o serviço de inteligência daquele batalhão descobrir o paradeiro do acusado, policias do Grupamento de Ações Táticas (GAT) se deslocaram até o bairro Nova Belém, em Japeri e na Rua Timóteo, o sargento Alessandro descobriu uma casa onde o acusado dormia tranquilamente. Militares fizeram um cerco no imóvel, onde Luiz foi preso sem resistir. 


Dentro da casa ainda foram encontrados três GPS novos e um aparelho para desligar rastreador de caminhão.

Ainda de acordo com policiais, o acusado teria confessado participação na morte do PM. Agentes da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) também irão investigar se ele faz parte de uma quadrilha de ladrões de carga que age principalmente na Rodovia Presidente Dutra, entre o trecho de Japeri e Queimados, onde o índice de rouba a caminhões vem aumentando consideravelmente.


Na última quarta-feira, policiais da DHBF prenderam em flagrante Mateus Anderson Guimarães, de 18 anos. Ele também seria um dos envolvidos na ação criminosa que resultou na morte do policial militar.


Alves trabalhava numa blitz, na noite da última terça-feira, na Avenida Marinho Hemeterio de Oliveira, em Queimados, quando homens armados estavam dentro de um veículo e não pararam após ordem dos militares. 

Houve troca de tiros e na ocasião, um bandido morreu e outro foi preso. Outro criminoso conseguiu fugir. Além disso, uma arma foi apreendida com os suspeitos. Essa foi a primeira vez que agentes da Lei Seca foram atingidos.


As investigações constataram que o veículo usado pelo grupo era clonado. Os agentes também recuperaram três celulares roubados pelos bandidos, bem como R$ 785,00, em espécie. Alves deixou a mulher e dois filhos.


Via Jornal de Hoje
07/04/2017


Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »