Estudante escorrega, bate com a cabeça em pilastra de escola e morre em Belford Roxo





Uma aula de educação física terminou em tragédia na última segunda-feira, em Belford Roxo. O estudante Caio Felipe Souza, de 17 anos, teria escorregado, batido com a cabeça na Escola Estadual Presidente Kennedy e morrido em seguida. Há informações de que ele teria desmaiado antes da queda. 


Segundo informações da prima de Caio, ela se dirigiu até a escola para saber o que havia acontecido, chegando ao local os alunos e também amigos do menino informaram que ele havia caído e batido com a cabeça. A vítima foi sepultada ontem à tarde no Cemitério Municipal de Nova Iguaçu.


Parentes afirmam que devido à demora da ambulância ao chegar à Rua Postal, os próprios alunos notaram que Caio estava ficando sem batimentos cardíacos, sendo ele socorrido por seu professor e o pai de um aluno para o Hospital Geral de Nova Iguaçu (Posse). Quando chegaram ao pronto socorro, o médico os informou que ele já havia falecido.


O jovem que era cheio de sonhos, era filho único e não tinha nenhum problema de saúde, praticava vários esportes, inclusive natação que era o que ele competia. Familiares questionaram que o Hospital do Joca fica a poucos metros do local e que se estivesse funcionando, ele teria sido socorrido com mais rapidez.



O corpo do jovem foi sepultado na tarde de ontem em clima de muita tristeza e comoção de amigos e parentes. O caso será investigado pela 54ªDP (Belford Roxo). Cerca de 300 pessoas compareceram ao enterro do jovem. 


Segundo informações de Guilherme de Souza, 18, amigo e vizinho da vítima, Caio era um rapaz tranquilo e querido onde morava. Várias pessoas vestiam uma camisa branca com a imagem do garoto e os dizeres: ‘Caio Vive’.A mãe dele passou mal e teve que ser amparada por parentes.


Em nota, a Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) ‘lamenta muito o ocorrido ontem (08/05) com o aluno, de 17 anos, do Colégio Estadual Presidente Kennedy, em Belford Roxo. 


Ao término da aula de Educação Física, o estudante escorregou; bateu a cabeça em uma pilastra, por acidente; foi encaminhado ao hospital, mas não resistiu. Uma equipe da Seeduc entrou em contato com os pais do aluno, foi ao hospital e está dando o apoio necessário à família e ao professor”, diz o comunicado. 



Via Jornal de Hoje
10/05/2017



Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »

1 comentários:

Write comentários