Fim de semana sangrento na Baixada Fluminense

Um homem morreu após trocar tiros com policiais do 39º BPM, na comunidade São Leopoldo, em Belford Roxo. Fotos: Divulgação / WhatsApp

O fim de semana foi sangrento na Baixada Fluminense. Um homem morreu após trocar tiros com policiais do 39º BPM, na comunidade São Leopoldo, em Belford Roxo. 



Policiais do Grupamento de Ações Táticas (GAT) contaram que eles iam a região para fazer uma operação a fim de combater o roubo a cargas e tráfico de drogas quando foram surpreendidos por cinco homens fortemente armados que atiraram contra a guarnição. 


Após o tiroteio, um homem foi encontrado morto. Ele era conhecido como “Morador” e seria um dos responsáveis pela venda de entorpecentes da facção Amigos dos Amigos (ADA).
‘Morador’ também seria responsável por vários roubos a cargas realizados naquela localidade. Com ele, os policiais encontraram uma pistola. 

Com outro acusado de pertencer ao tráfico de drogas, um rádio transmissor foi encontrado. Alguns policiais que ficaram no local aguardando a perícia foram hostilizados por moradores e familiares do suspeito. Populares prometiam fazer um protesto e, até mesmo, atear fogo em ônibus. O caso foi encaminhado para a 54ªDP (Belford Roxo).


Pelo menos outros três homens foram executados a tiros no último fim de semana em cidades da Baixada. A primeira vítima, ainda não identificada, era um homem que foi morto com vários tiros na Rua Zeferino, em Mesquita.

Policiais do 20º BPM informaram que a vítima foi executada por homens encapuzados que desceram de um carro de marca e placa não anotadas, e efetuado diversos disparos à queima-roupa.

Já em Queimados, outra vítima também foi executada com vários tiros na Estrada Carlos Sampaio, próxima ao Campo do Vale Ouro, no bairro Três Fontes. A vítima, identificada apenas como Peterson, ainda teria tentado fugir do assassino, mas foi alcançada e executada. O assassino teria fugido em seguida.

Já em Nova Iguaçu, um homem conhecido como Baiano foi assassinado quando passava pelo viaduto de Santa Rita. Segundo populares, a vítima dirigia um fusca quando foi cercada por homens armados que dispararam contra ela. 


Os tiros atingiram principalmente a cabeça da vítima. Os casos estão sendo investigados pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF).


Via Jornal de Hoje
30/05/2017


Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »