´Fiz tudo para afastá-lo do tráfico´, diz mãe que soube da morte do filho em Magé

Jonathan Gomes Oliveira (de boné) e Jorge Luiz Pereira desapareceram na Cidade de Deus Foto: Reprodução

Depois de cinco dias de angústia, sem saber o paradeiro do filho, a auxilar de serviços gerais Vanessa Gomes Chaves de Oliveira, 37 anos, moradora da Cidade de Deus, na Zona Norte do Rio, ficou sabendo pelas redes sociais que o corpo de Jonathan Gomes Chaves de Oliveira, de 19 anos, foi encontrado em uma mata na região de Piabetá, em Magé, na Região Metropolitana.

Jonathan estava desaparecido desde a última sexta-feira, assim como Jorge Luiz Pereira Júnior, de 17 anos. Nesta quarta-feira, uma foto de dois corpos começou a circular nas redes. Enquanto internautas garantem que os corpos são de Jonathan e Jorge, a Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) informou que ainda não existe essa confirmação, devido ao avançado estado de decomposição. Mas Vanessa diz que reconheceu o corpo do filho, por causa das roupas que ele usava.

Os dois jovens foram sequestrados, segundo moradores, na manhã do último dia 5 de maio.

— Não vou mentir. O meu filho tinha envolvimento (com o tráfico), sim. Ele não tinha necessidade disso. É o caso de filho que não ouve a mãe. Fiz de tudo para que ele se afastasse do tráfico, mas não consegui — disse Vanessa, que tem uma outra filha adolescente.

Por causa do desaparecimento dois dois rapazes, moradores da Cidade de Deus fecharam a Linha Amarela no final de semana em protesto para exigir providências da polícia. Muito emocionada, a mãe de Jonathan, que está na manhã desta quinta-feira na Instituto Médico-Legal (IML) de Duque de Caxias, disse que, antes do desaparecimento, Jonathan dormiu fora de casa:

— Me disseram que, por volta das 7h de sexta-feira, três homens que estavam com colete da polícia renderam os dois meninos, algemaram e os colocaram dentro do porta-malas do carro. Pediram resgate de R$ 10 mil, mas eu não tinha o dinheiro e nem como conseguir. Ontem (quarta-feira) no final do dia vi as fotos que foram postadas em redes sociais dos dois corpos em uma mata. Reconheci pela roupa que o meu bebê estava usando.




Via Extra
12/05/2017

Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »