Hospital da Posse segue 'respirando por aparelhos'



Principal hospital da Baixada Fluminense, o Hospital Geral de Nova Iguaçu, mais conhecido como Hospital da Posse, permanece correndo o risco de fechar suas portas devido a falta de repasse de recursos dos governos estadual e federal.


Devido a alta demanda de pacientes, principalmente de outros municípios, a unidade encontra-se com o atendimento restrito em diversas áreas como o ambulatório que permanece fechado e o atendimento prioritário a pacientes de alta complexidade.

O iguaçuano Denílson Marques, de 46 anos, tem se esforçado ao máximo para que o HGNI não feche as portas, inclusive, recentemente, promoveu um abaixo-assinado recolhendo cerca de 10 mil assinaturas e protocolou o documento no Ministério Público, cobrando que a Justiça​ pressione as autoridades responsáveis a enviarem recursos com urgência ao hospital.


O diretor da unidade, Dr. Joé Sestello, também tem lutado de forma incansável para manter o atendimento do hospital e ao menos tempo tentar  buscar recursos, com o estado e com a união que não tem cumprido seus papéis conforme acordado na época da municipalização do Hospital da Posse.

Denilson esteve em reunião com o Dr. Joé e afirmou estar bastante confiante que o Hospital volta a atender em sua totalidade.

"Estive conversando com o Dr. Joé e acredito que o Hospital da Posse vai sair dessa triste situação. Quero parabenizá-lo pois não tem medido esforços para que tudo se resolva. Agradeço também pelo apoio ao nosso movimento que visa ajudar a população da Baixada Fluminense, declarou Marques.



Por Rafael Marinho
Baixada Viva Notícias
10/05/2017


Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »