CRCRJ oferece apoio para implantação de Observatório Social em Nova Iguaçu


No último sábado (10), o delegado do CRCRJ (Conselho Regional de Contabilidade do Rio de Janeiro) em Nova Iguaçu e regiões, Jorge Miguel de Moura (à direita), esteve em reunião com o servidor público federal, Paulo Marajoara, idealizador da implantação do Observatório Social em Nova Iguaçu, que seria o primeiro município da Baixada a fazer parte do projeto.

O Observatório Social é uma rede de controle social, baseada na democracia e apartidária, composta por diversas entidades representativas da sociedade civil e cidadãos, com o objetivo de contribuir para a melhoria da gestão pública e o combate à corrupção. O sistema possui ferramentas que permitem o acompanhamento e fiscalização da aplicação dos recursos em tempo real.

"Há uma grande carência de transparência da informação pública e de qualidade na aplicação dos recursos públicos. Os municípios que possuem Observatório Social melhoraram a qualidade da aplicação dos recursos públicos, em decorrência da maior participação da sociedade no controle da administração pública.", esclareceu Marajoara.

"Na Rede de Observatórios Sociais tudo é padronizado e disponibilizado pelo Observatório Social do Brasil (OSB), desde orientações, capacitação, procedimentos, documentos e até logomarca para o novo Observatório Social.", completou.

A entidade será representada como Pessoa Jurídica de Direito Privado, constituída sobre a forma de associação, terá seus administradores eleitos e designados na forma que dispuser o estatuto social, porém o Observatório Social do Brasil impõe a obrigatoriedade de alternância na Presidência e nos órgãos internos, com ampla divulgação à sociedade.

"Exercer a cidadania é cobrar, fiscalizar e acompanhar onde estão sendo aplicados os recursos públicos gerados através dos impostos que todos nós pagamos. É nosso dever como cidadão e nossa responsabilidade perante a sociedade, não podemos nos omitir, por isso, não vamos medir esforços para apoiar a implantação do Observatório Social em Nova Iguaçu, pois o cidadão de bem só tem a ganhar.", disse o delegado do CRCRJ, Jorge Miguel.

Qualquer cidadão parte fazer parte do órgão, além de também associações empresariais, entidades de classe, Maçonaria, Igrejas, Universidades, Ministério Público, Justiça Estadual e Justiça Federal, Receita Estadual e Receita Federal, Ministério da Transparência, Tribunal de Contas da União, Tribunal de Contas dos Estados, entre outras.

A inciativa tem apoio de diversas entidades federais, tais como: SEBRAE, CFC (Conselho Federal de Contabilidade), Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União, SINDIFISCO (Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil), entre outras.

Mais informações podem ser obtidas pelo site www.osbrasil.org.br, pelo facebook.com/ObservatorioSocialNovaIguacu ou ainda pelo WhatsApp 21 98864-7178.


Por: Rafael Marinho
Foto: Divulgação
12/06/2017












Compartilhe nas redes sociais

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

Próximo post
« Prev Post
Post anterior
Next Post »